.
.

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Qual o estado da nossa vida espiritual...

Quantas vezes já paramos para pensar sobre a nossa vida espiritual com Deus?

Deus tem colocado à nossa disposição tantas oportunidades de O servir, de O louvar, de trabalhar para o Seu reino... e nós, nem sempre fazemos a Sua vontade...


Às vezes, a nossa timidez ou fragilidade leva-nos a não ir até onde poderíamos.
Deus é tão bom e tão cheio de bondade para connosco. O Seu prazer é ver-nos crescer em intimidade consigo, em confiança para com Ele e espiritualmente, sendo um vaso disponível a ser usado em Suas mãos.
Não esqueçamos que nada podemos fazer por nós próprios, para o crescimento da Sua obra. Ainda que tivéssemos as melhores qualidades e toda a capacidade possível, se Deus não estiver no controlo, tudo o que fizermos será em vão e nada prosperará...
É Deus quem capacita os que chama a Si.
Por vezes, os que são chamados são os que se consideram a si próprios como os mais incapazes de todos, e que até os seus irmãos pensam ser menos aptos para o serviço.


Também acontece o contrário, às vezes. Quando experimentamos as bênçãos de Deus, que tanto enchem a nossa alma e vemos grandes milagres das Suas mãos, por vezes podemos ficar tão confiantes de nós próprios que, acabamos por esquecer que nada merecemos e tudo vem pela misericórdia e Graça de Deus.
Se pensarmos assim, deixaremos de buscar ao Senhor com a mesma intensidade. O risco é muito grande, pois lentamente ficaremos tão desligados e adormecidos, que a nossa própria vida espiritual ficará em risco.
A atracção do mundo torna-se mais forte sobre nós e facilmente cairemos, se não voltarmos aos pés da cruz e buscarmos ao Senhor, novamente.


Na Bíblia encontramos o exemplo do povo de Israel.
Quando o povo voltou da Babilónia, onde estivera no exílio, reconstruíram as suas casas, voltarem a se instalarem confortavelmente nas suas terras, prepararam os campos e trataram de todos os afazeres da vida.
Mostraram claramente que a sua maior preocupação era onde morar e o que comer e, esqueceram-se do Senhor, que os tinha tirado da terra onde estiveram cativos.
Esqueceram que o seu principal objectivo em voltar era reconstruir o Templo do Senhor, para que novamente pudessem adorar, servir, honrar e glorificar o nome de Deus.

"Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Considerai os vossos caminhos. Subi ao monte, e trazei madeira, e edificai a casa; e dela me agradarei, e serei glorificado, diz o SENHOR. Esperastes o muito, mas eis que veio a ser pouco; e esse pouco, quando o trouxestes para casa, eu dissipei com um sopro. Por que causa? disse o SENHOR dos Exércitos. Por causa da minha casa, que está deserta, enquanto cada um de vós corre à sua própria casa. Por isso retém os céus sobre vós o orvalho, e a terra detém os seus frutos. E mandei vir a seca sobre a terra, e sobre os montes, e sobre o trigo, e sobre o mosto, e sobre o azeite, e sobre o que a terra produz; como também sobre os homens, e sobre o gado, e sobre todo o trabalho das mãos."
Ageu 1:7-11


Que nós possamos preocupar-nos menos com a questão das aparências, com as conquistas pessoais, ou com os bens materiais que não trazem qualquer proveito, mas preocupar-nos mais com a situação em que o nosso coração se encontra e em agradar mais a Deus, com a nossa vida, dando-lhe a primazia em tudo o que planearmos fazer e fazermos!

Os ímpios crêem que tendo muitos bens materiais serão mais felizes e preenchidos. Mas nós sabemos que a verdadeira felicidade tem apenas quem tem Deus como Rei da sua vida e do seu coração.

Assim como Ageu advertiu o povo asperamente, de forma a despertá-los para o que é realmente importante, Deus continuamente relembra-nos que se queremos guardar a Sua bênção sobre a nossa vida, a Salvação da nossa alma e vivermos felizes e seguros, teremos que colocá-l'O sempre em primeiro lugar.

Nada é mais importante que o nosso tempo a sós com Deus.
É crucial para a vida espiritual de um crente fiel, permanecer na presença do Senhor, diariamente.
Que nunca nos esqueçamos de Orar, ler a Bíblia sagrada, louvar e adorar ao Senhor, nem nunca troquemos a nossa comunhão com Deus por nada deste mundo.


Deus vos abençoe.

1 comentários:

esterduarte1960 disse...

A nossa comunhão com Deus diariamente é o mais importante para a nossa vida espiritual, a fim de que ela possa crescer e frutificar. Assim com a leitura da palavra de Deus e a oração podemos vencer todas as ciladas do inimigo.

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...