.
.

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Paixão por um Deus apaixonado...

Como seria a nossa vida sem uma paixão que nos leve a esforçarmo-nos para alcançar um determinado objectivo?

Seria apenas uma existência, nada mais.
Mas quando há paixão no que fazemos, ninguém nos pode segurar...


Deus amou-nos ao ponto de pagar com Seu próprio filho, a nossa Salvação!
Da mesma forma, precisamos estar apaixonados por Ele, pois já não somos mais os mesmos, desde que O recebemos e revelou-se a nós...

É preciso desejarmos sentir o Seu toque, ver a Sua Glória sobre nós.
Desejar mergulhar profundamente no rio do Seu Espírito.

Conhecer em intimidade ao nosso Deus, mais do Seu Poder e Amor, da Sua compaixão e mansidão.
Seguí-l'O e dizer-lh'E: "...eis-me aqui..." para O seguir, para O louvar e servir...
...seja no pouco ou no muito, na alegria ou na tristeza, em qualquer situação... precisamos estar apaixonados pelo meigo Jesus.


Talvez estejamos permanecemos louvando, pregando, fazendo a obra do SENHOR, mas não como antes. O amor começa a esfriar... Começámos a deixar as coisas do SENHOR para segundo plano...
Talvez começámos a ler a Sua Palavra, a orar, e a sentir a Presença d’Ele cada vez menos, até que Ele não encontre mais lugar no nosso coração...


Precisamos mudar o nosso rumo de vida. Dar lugar ao Senhor, fazer a Sua vontade, deixar as coisas do mundo e buscar as que são do alto.
Há que orar, pedir perdão, humilhar-nos, ler a Sua Palavra e viver para Ele!

É tempo de voltar ao primeiro amor e voltar a sentir aquela maravilhosa paixão que nos encheu o coração quando a Sua Presença veio sobre nós!

“Tenho, porém, contra ti que deixaste o primeiro amor...”
Apocalipse 2:4

"E rasgai o vosso coração, e não as vossas vestes, e convertei-vos ao SENHOR vosso Deus; porque ele é misericordioso, e compassivo, e tardio em irar-se, e grande em benignidade, e se arrepende do mal."
Joel 2:13

“Mas o que se gloriar, glorie-se nisto: em me conhecer e saber que eu sou o Senhor e faço misericórdia, juízo e justiça na terra; porque destas coisas me agrado, diz o Senhor.”
Jeremias 9:24

"Porque, qualquer que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á; mas qualquer que, por amor de mim, perder a sua vida, a salvará."

Lucas 9:24 


Antes de nós sentirmos desejo de O buscar, Ele procurou-nos primeiro, porque...

"Deus é realmente apaixonado por nós...

Manda-nos flores todas as primaveras...
faz o sol nascer, todas as manhãs...
qualquer altura, seja quando fôr, está disponível e escuta-nos...
podendo morar em qualquer lugar do universo, escolheu habitar no nosso coração...

Mas, lembremo-nos...

Ele não nos prometeu uma vida sem dor...
de apenas riso e nunca de sofrimento...
de sol constante, nunca de mau tempo...
mas prometeu dar-nos a Sua força...
o Seu conforto em tempos de lágrimas...
a Sua Luz para mostrar O caminho...
e ainda, estar connosco todos os dias da nossa vida... 

O que poderia ser mais maravilhoso?" 
  

Deus vos abençoe.

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Corações dedicados ao serviço de Deus...

Jeoiada era um fiel sacerdote do templo do Senhor Deus.

Eram tempos difíceis.
O povo vivia longe do Senhor e da Sua protecção.

Os reis tinham-se corrompido e viviam debaixo do jugo da idolatria, prostituindo-se espiritual e moralmente.




Por várias vezes, Deus tinha trazido a vergonha ao Seu povo, a destruição ao Seu templo e à família real.


Quando Acazias (rei de Judá) foi morto por Jeú (enviado por Deus para matá-lo - por ter-se rebelado e feito o que era mau aos Seus olhos), Atália (mãe de Acazias) mandou exterminar todos os descendentes da família real e assumiu o poder em Judá.
Mas pela vontade de Deus, antes que fosse morto, Joás (filho de Acazias, neto de Atália) foi salvo por Jeosebate (sua tia) e viveu escondido no templo, sendo criado em segredo, aprendendo a temer ao Senhor, pelo sacerdote Joiada.

Quanto Joás atingiu os sete anos de idade, Joiada chamou os capitães dos cários e da guarda e fez aliança com eles. No sábado, os guardas protegeram o templo e escoltaram Joás.
Joiada coroou Joás, deu-lhe o livro do testemunho e constituí-o rei de Judá, para a alegria do povo.
Atália percebeu o que tinha acontecido, mas quando foi ao templo na tentativa de impedir a rebelião, acabou sendo executada no "Portão dos Cavalos" do palácio.



Enquanto o sumo sacerdote Jeoiada viveu, agiu como sendo seu pai e conselheiro de Jeoás, o jovem monarca prosperou, pois fez o que era agradável a Deus:


- Todos os ídolos pagãos, altares, altos, postes e bosques (lugares de adoração aos símbolos fálicos) foram retirados e destruídos, juntamente com todos os sacerdotes que praticavam esses rituais.

- Sentiu em seu coração reparar a casa do Senhor, pois os muitos anos de idade (cerca de 150 anos), a negligência e os saques sofridos durante o reinado de Atalia, levaram a que o templo se encontrasse numa situação de grande degradação.

- Re-instituiu o imposto instituído por Moisés para a manutenção do Templo, arrecadando dinheiro suficiente para reconstruí-lo e mantê-lo em perfeitas condições.

- Novos utensílios foram forjados e consagrados para o uso exclusivo no templo do Senhor.

- O povo viveu na vontade de Deus, debaixo da Sua protecção, prestando-lh'E culto no Seu Templo.



O sacerdote Jeoiada, viveu por longos dias, até à idade de 130 anos.
Mas quando morreu, os príncipes do reino gradualmente fizeram com que o Rei Jeoás e o povo se desviassem de Deus para a adoração de ídolos pagãos e dos “postes sagrados” fálicos, novamente.

O Senhor suscitou profetas para avisá-los, mas recusavam-se a ouví-los. Jeoás chegou ao ponto de matar Zacarias, o próprio filho de Jeoiada, porque falara em nome de Deus: “Por que infringis os mandamentos de Jeová?”

Sem a protecção de Deus, bastou um minúsculo exército da Síria, chefiado por Hazael, para conseguir invadir o território de Judá.
Jeoás foi obrigado a entregar todo o ouro e os tesouros do santuário, bem como seus próprios bens, deixando-o um homem arrasado e doente.
No fim de seu reinado, alguns de seus servos conspiraram contra ele e mataram-no.



- Jeorão, seu avô, foi rei, mas não recebeu a honra de Deus, nem do povo, sendo enterrado fora dos sepulcros dos reis:

"Então lhe veio um escrito da parte de Elias, o profeta, que dizia: Assim diz o SENHOR Deus de Davi teu pai: Porquanto não andaste nos caminhos de Jeosafá, teu pai, e nos caminhos de Asa, rei de Judá, Mas andaste no caminho dos reis de Israel, e fizeste prostituir a Judá e aos moradores de Jerusalém, segundo a prostituição da casa de Acabe, e também mataste a teus irmãos..."
"E sucedeu que... saíram-lhe as entranhas por causa da doença; e morreu daquela grave enfermidade; e o seu povo não lhe queimou aroma como queimara a seus pais."
"...e foi sem deixar de si saudades; e sepultaram-no na cidade de Davi, porém não nos sepulcros dos reis."
2Crónicas 21:12-13/19-20


- Acazias, seu pai, foi rei, mas também não recebeu a honra de Deus, nem do povo, sendo enterrado fora de Judá:

"E fez o que era mau aos olhos do SENHOR, como a casa de Acabe, porque eles eram seus conselheiros depois da morte de seu pai, para a sua perdição. Também andou nos conselhos deles..."
"E sucedeu que, executando Jeú juízo contra a casa de Acabe... buscou a Acazias (porque se tinha escondido em Samaria), e o alcançaram, e o trouxeram a Jeú, e o mataram, e o sepultaram..."
2Crónicas 22:4-5/8-9


- Atália, sua avó, foi rainha, mas não recebeu a honra de Deus, nem do povo, sendo morta de uma forma terrível:

"E lançaram mão dela; e ela foi pelo caminho da entrada da porta dos cavalos, à casa do rei, e ali a mataram." "E todo o povo da terra se alegrou, e a cidade ficou em paz, depois que mataram a Atalia à espada."
2Crónicas 23:15/21


- Joás, foi rei, mas no fim da sua vida, não recebeu a honra de Deus, nem do povo, porquanto se desviou do que tinha aprendido, sendo enterrado fora dos sepulcros dos reis:

"Assim o rei Joás não se lembrou da beneficência que Joiada, pai de Zacarias, lhe fizera..."
E sucedeu que... o exército da Síria subiu contra ele; e vieram a Judá e a Jerusalém, e destruíram dentre o povo a todos os seus príncipes..."

"Porque ainda que o exército dos sírios viera com poucos homens, contudo o SENHOR entregou na sua mão um exército mui numeroso, porquanto deixaram ao SENHOR Deus de seus pais..." 
"...deixaram-no gravemente ferido; então seus servos conspiraram contra ele por causa do sangue do filho do sacerdote Joiada, e o feriram na sua cama, e morreu; e o sepultaram na cidade de Davi, porém não nos sepulcros dos reis."
2Crónicas 24:22-25



- Mas Jeoiada, não foi rei , mas recebeu a honra de Deus, do povo e da sua família, vivendo por longos dias, sendo acarinhado mesmo na sua morte, respeituosamente enterrado nos sepulcros dos reis, na cidade de Davi:

"E envelheceu Joiada, e morreu farto de dias; era da idade de cento e trinta anos quando morreu. E o sepultaram na cidade de Davi com os reis; porque tinha feito bem em Israel, e para com Deus e a sua casa."
2Crónicas 24:15-16



Mais importante do que ter um cargo de chefia, exercer poder sobre os outros e receber glória, enquanto vivermos é, buscar fazer a vontade de Deus, sermos bons exemplos para os que nos rodeiam e procurar exaltar e elevar bem alto o nome do Senhor.

"Se alguém me serve, siga-me, e onde eu estiver, ali estará também o meu servo. E, se alguém me servir, meu Pai o honrará."
João 12:26


Deus vos abençoe.

domingo, 28 de novembro de 2010

Precisamos ser crentes de fé e ousadia!

"Partindo Jesus dali, retirou-se para os lados de Tiro e Sidom. E eis que uma mulher cananéia, que viera daquelas regiões, clamava: Senhor, Filho de Davi, tem compaixão de mim! Minha filha está horrivelmente endemoninhada. Ele, porém, não lhe respondeu palavra. E os seus discípulos, aproximando-se, rogaram-lhe: Despede-a, pois vem clamando atrás de nós. Mas Jesus respondeu: Não fui enviado senão às ovelhas perdidas da casa de Israel. Ela, porém, veio e o adorou, dizendo: Senhor, socorre-me! Então, ele, respondendo, disse: Não é bom tomar o pão dos filhos e lançá-lo aos cachorrinhos. Ela, contudo, replicou: Sim, Senhor, porém os cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa dos seus donos. Então, lhe disse Jesus: Ó mulher, grande é a tua fé! Faça-se contigo como queres. E, desde aquele momento, sua filha ficou sã."
Mateus 15.21-28


Quantas vezes não desanimamos antes mesmo de avançar...

Ainda que esta mulher soubesse que o grande mestre Jesus era meigo e bondoso para com todos os que O procuravam, havia pelo menos três terríveis barreiras que a poderiam desencorajar de tal forma, que nem sequer tivesse forças para avançar:

- era gentia - não pertencia ao povo de Deus, não era merecedora de auxílio, aos olhos dos judeus,

- era cananéia, vivia numa terra que servia a deuses estranhos, que praticava sacrifícios de sangue e rituais macabros, como imolações,

- era uma mulher, não sendo considerada digna de se apresentar perante um homem e fazer qualquer tipo de petição.


Mas a fé e a ousadia dessa mulher foi maior que esses três obstáculos, que estavam à sua frente.


Mas nós sabemos que, ainda que enfrentemos os nossos medos, a indiferença e a indignação da sociedade, a vitória, muitas vezes, não é imediata e novos obstáculos levantam-se, para testar-nos novamente a nossa persistência e confiança no poder e no agir de Deus...

"Não fui enviado senão às ovelhas perdidas da casa de Israel." 
"Não é bom tomar o pão dos filhos e lançá-lo aos cachorrinhos."


Estas palavras poderiam ferir qualquer coração e levar à indignação, à rebeldia e ao afastamento...
Mas esta mulher deu a maior prova de amor e fé, perante Jesus:

"Ela, porém, veio e o adorou, dizendo: Senhor, socorre-me!"


Por causa da sua grande humildade perante Jesus, da enorme demonstração que deu da sua fé e da tremenda ousadia dessa mulher, Jesus disse-lhe:

"Faça-se contigo como queres."

"E... sua filha ficou sã."


Precisamos ter uma fé assim!
Precisamos esperar de Deus o impossível e grandes coisas acontecerão.
Ele  sempre atende ao crente com fé e, na medida, de nossa necessidade, dá-nos a redenção e o livramento do mal.
Deus concede-nos, vez após vez, o escape da nossas aflições e problemas, dando-nos novamente a paz e alegria ao nosso coração, levando a que nós sejamos constantemente transformados, crescendo em santidade e rectidão, e em eterna gratidão!


Este vídeo tem o testemunho de um irmão cheio de ousadia, que enfrentou com coragem aqueles que muitos temeriam sequer falar:





"Mas os que esperam no SENHOR renovarão as forças, subirão com asas como águias; correrão, e não se cansarão; caminharão, e não se fatigarão."

Isaías 40:31


Deus vos abençoe!

sábado, 27 de novembro de 2010

Os sinais confirmam a Verdade da Bíblia.

O cerco vai-se estreitando...



Ainda que nos pareça apenas coisas insignificantes e sem nenhum sentido, estes são os primeiros indícios de uma sociedade global que está a preparar-se gradualmente, para receber aquele que irá dominar o mundo - o anticristo.

O seu controlo residirá numa vigilância total, através de uma rede global de câmaras ligadas à internet, que em conjunto com a vigilância via satélite e o sistema GPS, seguirá todos os passos dos que habitarem o mundo...

Não somos apenas nós (crentes em Jesus) que nos apercebemos da realidade e do que irá implicar no futuro, todas as inúmeras cedências que se estão fazendo, em termos de liberdade, soberania dos países, independência de governação.

Eis um excerto de um jornal nacional que trás à luz aquilo que muitos parecem ainda não saber, ou nem prestarem grande importância:


"Em 1948, o escritor britânico George Orwell (pseudónimo de Eric Arthur Blair) publicou a obra Mil Novecentos e Oitenta e Quatro. Nessa, retrata-se uma sociedade na qual o Estado é "omnipresente", podendo alterar a história e o idioma, de oprimir e torturar o povo e de travar uma guerra sem fim, com o objectivo de manter a sua estrutura inabalada.
Nessa sociedade repressiva e totalitária, os cidadãos viam todas as suas acções serem controladas através de ecrãs de televisão.


Actualmente, em nome da suposta preservação da segurança das pessoas, assiste-se a uma proliferação de instalação ilegais de câmaras (webcams), nos sítios mais insuspeitos.
Segundo o jornal Expresso, entre estes encontram-se "a esplanada Lazulibar, na Praia da Luz, ou o Parque de Santa Catarina, no centro do Funchal", bem como o bar Dromedário, em Sagres.
Ainda segundo o jornal, "...questionada pelo Expresso sobre estes casos, a Comissão Nacional de Protecção de Dados (CNPD), entidade que controla a crescente actividade de videovigilância em Portugal, garantiu que são ilegais e que já abriu os procedimentos necessários para os travar, pois estão em causa direitos de imagem e de privacidade".


A sociedade contra a qual se insurgiu Orwell, controlada pelo verdadeiro "Big Brother" (que não é apenas um programa de televisão), é cada vez mais uma uma infeliz realidade.
Resta-nos a nós, cidadãos, insurgirmo-nos e queixarmo-nos à Comissão Nacional de Protecção de Dados, quando percebermos que estamos a ser filmados e controlados ilegalmente. Isto, para que não venhamos a ter o mesmo triste fim de Winston Smith, funcionário do Ministério da Verdade (onde a opinião pública era fabricada) e personagem principal do livro Mil Novecentos e Oitenta e Quatro."

Fonte: uma-mesa-redonda.blogspot.com


Ao apercebermo-nos da realidade, não temamos o futuro pois maior é Aquele que está connosco.
Deus é soberano e reina sobre tudo e todos. Ninguém há que lh'E possa fazer frente!

Que tudo o que nos rodeia e comprova a proximidade do fim-dos-tempos, leve a que despertemos para a realidade e nos dediquemos a fazer aquilo para o qual a igreja foi instituída por Jesus - levar a todos a mensagem da Salvação, enquanto ainda há tempo!

Esforcemo-nos, ainda que sejamos poucos, sem grandes meios ou capacidades. Deus será connosco, ajudando-nos e usando-nos para alcançar os que nos rodeiam e ainda despertando os que já fazem parte da igreja, mas dormem...

"Mas aquele Consolador, o Espírito Santo... esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito. Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize. Ouvistes que eu vos disse: Vou, e venho para vós." 
"Já não falarei muito convosco, porque se aproxima o príncipe deste mundo, e nada tem em mim;" João 14:26-31

"...os homens tremam e temam perante o Deus de Daniel; porque ele é o Deus vivo e que permanece para sempre, e o seu reino não se pode destruir, e o seu domínio durará até o fim."
Daniel 6:26

"...e eis que vinha nas nuvens do céu um como o filho do homem; e dirigiu-se ao ancião de dias, e o fizeram chegar até ele. E foi-lhe dado o domínio, e a honra, e o reino, para que todos os povos, nações e línguas o servissem; o seu domínio é um domínio eterno, que não passará, e o seu reino tal, que não será destruído."
Daniel 7:13-14

"Dando graças ao Pai... O qual nos tirou da potestade das trevas, e nos transportou para o reino do Filho do seu amor; Em quem temos a redenção pelo seu sangue, a saber, a remissão dos pecados;"
"E ele é a cabeça do corpo, da igreja;"

Colossences 1:12-14/18

"Agora é o juízo deste mundo; agora será expulso o príncipe deste mundo."

João 12:31

"...já o príncipe deste mundo está julgado."
João 16:11


Deus vos abençoe.

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

O corpo como templo do Espírito.

"Não fareis lacerações na vossa carne pelos mortos; nem no vosso corpo imprimireis qualquer marca. Eu sou o Senhor." 
Levíticos 19:28


Apesar da Bíblia frisar o respeito que devemos ao nosso corpo, cada vez mais são frequentes os programas televisivos, filmes, séries e revistas que publicitam e fazem a apologia das tatuagens.



Nos Estados Unidos, existem mais de 40 milhões de pessoas adeptas dessa prática, e na Europa, o seu aumento crescente deu origem a uma nova disciplina universitária: a Psicologia da Tatuagem, ensinada nas Universidades de Milão e Roma.

Mas há mais para além do "glamour" e da afirmação sexual e social, inerentes às tatuagens... Muitos são os que vivem em angústia por um dia terem afirmado que "o corpo é meu" e agora sofrem pois são vítimas do preconceito da sociedade e vivem incomodados consigo próprios, pelos temas tatuados terem passado de moda, e também, pela deformação dos desenhos, causada pelo natural envelhecimento e alteração da forma do corpo.

Apesar de ser possível remover a cor de uma tatuagem, é um tratamento demorado e caro, e não representa uma verdadeira solução, pois normalmente sobram vestígios de pigmentos na pele.



Várias são as razões pelas quais nunca devemos fazer esse tipo de coisa:


- Sociais, pois sofreremos discriminação e preconceito,

- Emocionais, pois são marcas permanentes e impossíveis de serem completamente removidas,

- Espirituais, pois a origem desta prática relaciona-se com o culto aos deuses pagãos, ocultismo e adoração aos demónios.



Fazer golpes (ou cortes) em si mesmo, rapar os cabelos e realizar marcas no corpo eram realizados nos rituais pagãos realizados em memória dos mortos e identificavam, vinculando determinada pessoa a crenças e rituais pagãos. 

"Não fareis lacerações na vossa carne pelos mortos; nem no vosso corpo imprimireis qualquer marca. Eu sou o Senhor."
Levíticos 19:28 (traduzido do inglês)

"Não façam cortes no corpo por causa dos mortos, nem tatuagens em si mesmos. Eu sou o Senhor".
Levíticos 19:28 (versão NVI - traduzida do original)

"Filhos sois do SENHOR vosso Deus; não vos dareis golpes, nem fareis calva entre vossos olhos por causa de algum morto. Porque és povo santo ao SENHOR teu Deus; e o SENHOR te escolheu, de todos os povos que há sobre a face da terra, para lhe seres o seu próprio povo."
Deuteronômio 14:1-2


Todas as mutilações, quaisquer práticas infligidas contra o corpo são expressamente proibidas por Deus.

"Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus".
1Coríntios 6:19-20


Facilmente vemos que os temas abordados têm relação directa ao mundo das trevas.
Eis apenas alguns exemplos:


- O dragão e a serpente que simbolizam satanás:

"E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, que se chama o Diabo e Satanás, que engana todo o mundo; foi precipitado na terra, e os seus anjos foram precipitados com ele".
Apocalipse 12:9

"E vi descer do céu um anjo, que tinha a chave do abismo, e uma grande cadeia na sua mão. Ele prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o Diabo e Satanás, e amarrou-o por mil anos".
Apocalipse 20:2



- A caveira, o sangue, a corda e o punhal que simbolizam a morte e o poder do inferno:


"Cordas do inferno me cingiram; encontraram-me laços de morte."

2Samuel 22:6

"E, quando chegaram ao lugar chamado a Caveira, ali o crucificaram, e aos malfeitores, um à direita e outro à esquerda." 

Lucas 23:33


Ainda que muitas sejam as opiniões e muitos discordem, não podemos esquecer que devemos olhar para Jesus e seguir apenas o Seu perfeito exemplo, deixando para trás tudo o que não nos edifica, escandaliza os nossos irmãos e apenas afasta-nos de Deus.

"Todas as coisas são lícitas, mas nem todas as coisas convêm; todas as coisas são lícitas, mas nem todas as coisas edificam."
1Coríntios 10:23

"Rogo-vos, pois, irmãos, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus." 
Romanos 12:1-2

"Portai-vos de modo que não deis escândalo nem aos judeus, nem aos gregos, nem à igreja de Deus." 
1Coríntios 10:32

"Não dando nós escândalo em coisa alguma, para que o nosso ministério não seja censurado."
2Coríntios 6:3


Deus vos abençoe.

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Deus é realmente inigualável!

"Quem é como o SENHOR nosso Deus, que habita nas alturas?"
Salmos 113:5


O amor de Deus não é um amor comum, passageiro, nem uma simples paixão que logo esmorece...
É pleno e seguro, enchendo-nos de paz e segurança, aumentando a nossa fé e fazendo-nos sorrir com uma alegria que o mundo não tem, nem entende...



O Seu amor não nos amarra, mas faz-nos depender totalmente d'Ele, cria-nos uma necessidade de estar sempre bem juntinho a Si...
Dá-nos tranquilidade, mansidão, paz e liberdade das coisas do mundo que amarravam a nossa mente.
Faz-nos esquecer o passado, os nossos erros, todo o mal que fizemos... Dá-nos um novo começo!

"Não há outro, ó Jesurum, semelhante a Deus, que cavalga sobre os céus para a tua ajuda, e com a sua majestade sobre as mais altas nuvens."
Deuteronômio 33:26


Que Amor pode ser maior, que o único, real, fiel e verdadeiro, vivo e sem igual amor que vem do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo?

Deus é sem igual, é forte e poderoso!
Foi Ele quem tirou do Egipto o povo de Israel, quem fechou a boca dos leões, livrando Daniel.
Pôde dar um filho a Sara e Abraão, fazer uma simples jumenta, falar com Balaão.
Como não poderá fazer o impossível, em nossa vida, acontecer...

"O SENHOR, quem é como tu entre os deuses? Quem é como tu glorificado em santidade, admirável em louvores, realizando maravilhas?"
Êxodo 15:11


Foi Ele quem escolheu Maria, esposa de José, para ser a mãe do salvador, Jesus de Nazaré. Quem o Seu filho enviou ao mundo para nos salvar. Foi Ele quem ao terceiro dia fez a pedra rolar.
Vencendo a morte, Ele triunfou e a vida voltou a tomar.
Ele alcançou a vitória, n'Ele podemos confiar.
Como não estará Ele sempre ao nosso lado, disponível e pronto para nos ouvir?

"O SENHOR Deus dos Exércitos, quem é poderoso como tu, SENHOR, com a tua fidelidade ao redor de ti?"
Salmos 89:8



Quem há que se assemelhe ao nosso Deus...?


"Entre os deuses não há semelhante a ti, Senhor, nem há obras como as tuas."
Salmos 86:8

"Pois quem no céu se pode igualar ao SENHOR? Quem entre os filhos dos poderosos pode ser semelhante ao SENHOR?"
Salmos 89:6

"O teu caminho, ó Deus, está no santuário. Quem é Deus tão grande como o nosso Deus?"
Salmos 77:13



Este vídeo mostra-nos um hino maravilhoso de louvor a Deus, com imagens da grandeza, criatividade e amor de Deus, na natureza:





Deus vos abençoe.

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Atentendo ao chamar de Deus...

Poderemos nós ter uma chamada de Deus para a nossa vida?

A Bíblia mostra-nos claramente que Deus chama quem Ele quer. 

Isso não depende das nossas qualidades, dos nossos méritos, das capacidades ou dons que tenhamos mas, única e exclusivamente do grande amor de Deus por nós.

Ainda que a humanidade procure encontrar Deus, toda a Sua Palavra mostra-nos que, por amor, Deus adianta-se a qualquer iniciativa do homem.

"Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós, e vos nomeei, para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça; a fim de que tudo quanto em meu nome pedirdes ao Pai ele vo-lo conceda."
João 15:16
 
"Nisto está o amor, não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou a nós, e enviou seu Filho para propiciação pelos nossos pecados."
1João 4:10
 
 
Todos nós, a quem Deus escolheu, fomos resgatados pelo sacrifício de amor na cruz, pela Sua misericórdia.
Quando Deus chama-nos para a Sua obra, Ele prepara o nosso caminho, conduzindo-nos pela Sua Palavra, guiando-nos e instruindo-nos quanto ao que fazer.
Também capacita-nos, pelo Seu poder, com tudo o que necessitamos para fazer a Sua vontade nas nossas vidas, enfrentar o mundo, vencer a nossa carne e pregar aos que estão mortos nos seus pecados, longe de Deus, caminhando para a condenação eterna...

"Instruir-te-ei, e ensinar-te-ei o caminho que deves seguir; guiar-te-ei com os meus olhos."
Salmos 32:8


Ele deseja moldar-nos, transformar-nos e usar-nos em Suas mãos meigas e cheias de amor.
Com Deus na nossa vida, seremos usados por Ele para fazer grandes coisas, como nunca vimos, nem imaginamos ser possível.
Não vamos fugir ou ignorar, mas abraçar o Seu amor.


Façamos a nossa parte...





Deus vos abençoe.

terça-feira, 23 de novembro de 2010

A Maravilhosa Graça de Deus por nós...

"De que se queixa, pois, o homem vivente? Queixe-se cada um dos seus pecados."
Lamentações 3:39


É tão fácil cair no hábito queixarmo-nos por tudo e por nada, dando "males à vida" pelas injustiças a que somos sujeitos, pela forma como somos tratados, pelas humilhações e pelos problemas que teimam em aparecer...

Mas houve alguém que, apesar de ter padecido injustamente, aguentou a afronta, o escárnio, a humilhação pública, a dor física e emocional, as traições, as lutas e as dificuldades com que lidou constantemente...

"Ele foi oprimido e afligido, mas não abriu a sua boca; como um cordeiro foi levado ao matadouro, e como a ovelha muda perante os seus tosquiadores, assim ele não abriu a sua boca."
Isaías 53:7

"E o lugar da Escritura que lia era este: Foi levado como a ovelha para o matadouro; e, como está mudo o cordeiro diante do que o tosquia, Assim não abriu a sua boca."
Actos 8:32


Não deveríamos nós ser cada vez mais parecidos com Ele, e cada vez menos com o "velho homem"?

"E por que atentas tu no argueiro que está no olho de teu irmão, e não reparas na trave que está no teu próprio olho?"
Lucas 6:41



Vamos buscar ao Senhor e pedir que Ele mude a perspectiva do nosso pensar, para que tenhamos a mente de Deus em nós. Então tudo será diferente:


- Não seremos crentes insatisfeitos, esperando pelas promessas... mas filhos de Deus, felizes e satisfeitos, vivendo da mesma forma no pouco e muito, esperando e buscando a direcção de Deus.

- Não seremos irmãos sensíveis e irritadiços, amuados e problemáticos... mas irmãos amigos, compreensíveis e perdoadores, cheios de amor pelos outros, espalhando a paz e a harmonia.

- Não seremos ovelhas duras e opiniosas, que não se deixam ensinar, nem corrigir, difíceis de lidar e de nenhum préstimo na obra de Deus... mas servos obedientes ao pastor, ávidos de ensino e conhecimento da Palavra, de bom trato e zelosos no trabalho, colocando todos os seus dons ao serviço do Senhor e sempre evangelizando.

- Não seremos filhos exigentes e pedinhas, materialistas e mundanos... mas filhos agradecidos a Deus pela grandiosa Salvação, cheios de gratidão pelo maravilhoso sacrifício de amor de Jesus por nós, reconhecendo que nada merecemos e que tudo devemos ao Senhor, que na Sua infinita misericórdia, nos resgatou.



Quando sentirmos dor, não voltemos aos sentimentos pecaminosos da carne, mas refugiemo-nos nas Palavras de Vida e de Amor do nosso Bom Mestre e Senhor, Jesus.


Este vídeo mostra-nos que, apesar de sermos imerecedores, Deus dá-nos um enorme valor:


 


Deus vos abençoe.

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

O perigo de brincar com "o fogo"...

"Os meus olhos estão continuamente no SENHOR, pois ele tirará os meus pés da rede."
Salmos 25:15

"Vida e misericórdia me concedeste; e o teu cuidado guardou o meu espírito."
Jó 10:12




Deus prometeu estar connosco todos os dias da nossa vida, mas há que estarmos com Ele durante todo o tempo também. Não esperemos que seja sempre Deus a procurar-nos.

Se constantemente nos afastarmos de Deus e pecarmos conscientemente, apesar de sabermos que O estamos magoando, Ele acabará por se afastar de nós, à medida que o Seu Santo Espírito se extingue dentro de nós.

Deus não permite que a tentação a que estamos sujeitos seja superior às nossas forças. Mas por vezes, a nossa carne, não estando sacrificada com Cristo na cruz, vem ao de cima e tenta tomar o controlo da nossa mente. Daí a importância de viver em constante comunhão com Deus, orar, ler a Sua Palavra, louvá-l'O, adorá-l'O e ouvir a Sua voz de amor.

"Não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal."
João 17:15


Não brinquemos com o fogo. Não somos tão fortes como às vezes pensamos ser. É pela misericórdia de Deus que nos mantemos de pé, nos Seus caminhos de Luz.
É necessário reconhecer que dependemos totalmente da Sua Graça imerecida e misericórdia sem fim, para nos mantermos.

"Portanto nós também, pois que estamos rodeados de uma tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo o embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia, e corramos com paciência a carreira que nos está proposta, Olhando para Jesus, autor e consumador da fé, o qual, pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou-se à destra do trono de Deus."
Hebreus 12:1-2



Este vídeo fala sobre aqueles de nós que têm brincado com o fogo e, por se misturarem com o mundo e suas más obras, sentem-se confusos, frios e sem vontade de continuar:





Deus vos abençoe.

domingo, 21 de novembro de 2010

A alegria vem pela manhã...

"E o SENHOR te porá por cabeça, e não por cauda; e só estarás em cima, e não debaixo, se obedeceres aos mandamentos do SENHOR teu Deus, que hoje te ordeno, para os guardar e cumprir."




Não haverá choro de tristeza e angústia continuamente em nossos lares, porque Deus responderá ao clamor da nossa alma e trará o Seu consolo e paz ao nosso coração. Ele aquieta-nos e tranquiliza-nos, quando os nossos olhos começam a olhar as terríveis circunstâncias que nos cercam, lembrando-nos que precisamos olhar para o alto e descansar n'Ele.

Então chega o dia em que Deus libera a benção e tudo aquilo que antes nos aprisionava, perde todo o seu poder sobre nós. Na altura do maior aperto, veremos o agir de Deus em nosso favor, e ainda que pareça impossível, se Deus assim o disse, irá sem dúvida acontecer.


"E ofereceram, no mesmo dia, grandes sacrifícios e se alegraram; porque Deus os alegrara com grande alegria; e até as mulheres e os meninos se alegraram, de modo que a alegria de Jerusalém se ouviu até de longe."
Neemias 12:43

"E, dizendo ele isto, todos os seus adversários ficaram envergonhados, e todo o povo se alegrava por todas as coisas gloriosas que eram feitas por ele."
Lucas 13:17


Deus é tão maravilhoso e previdente para cada um dos Seus filhos, que sempre nos dá o suficiente para viver.
Não deixemos que o mundo abafe o amor de Deus no nosso coração. Não esperemos que a bênção chegue, para então ajudar-mos os que nos rodeiam, mas façamos tudo o que está ao nosso alcance. Deus honrará o nosso esforço, se o fizermos por amor a Si e ao próximo.

"Verdadeiramente tu és o Deus que te ocultas, o Deus de Israel, o Salvador."
Isaías 45:15

"Deus nunca foi visto por alguém. O Filho unigénito, que está no seio do Pai, esse o revelou."
João 1:18


Nem sempre estaremos chorando, atravessando dificuldades e apertos de coração.
Embora seja necessário que atravessemos alguns desertos durante a nossa vida, de forma a aprendermos a depender interiamente e a confiar "cegamente" na direcção e sabedoria do Bom Deus, não permaneceremos neles para sempre...

"Porque o SENHOR teu Deus te abençoará, como te tem falado; assim, emprestarás a muitas nações, mas não tomarás empréstimos; e dominarás sobre muitas nações, mas elas não dominarão sobre ti."
Deuteronômio 15:6

"O SENHOR te abrirá o seu bom tesouro, o céu, para dar chuva à tua terra no seu tempo, e para abençoar toda a obra das tuas mãos; e emprestarás a muitas nações, porém tu não tomarás emprestado."
Deuteronômio 28:12



Bendito é o Senhor, nosso Deus, para todo o sempre!


Deus vos abençoe.

sábado, 20 de novembro de 2010

Somos crentes de oração ou negligentes?

Porque orar é tão importante na vida do crente?

Mais do que simplesmente dizer algumas palavras de olhos fechados, orar é falar directamente ao Grande e Poderoso Deus, criador dos céus, da terra e tudo quanto nela existe.
É elevar os sentimentos do nosso coração ao trono da Graça, ao próprio coração do Pai.

Quão grande e tremendo é o poder ilimitado da omnipotência de Deus e Ele revela-se àquele que busca estar na Sua presença e ora.

"Invoca-me, e te responderei; anunciar-te-ei cousas grandes e ocultas que não sabes..."
Jeremias 33:3

"Disse-lhes Jesus uma parábola, sobre o dever de orar sempre e nunca esmorecer..."
Lucas 18:1


Além do mais, o Senhor atende também o nosso clamor pelas necessidades físicas que possamos ter. Deus não só nos preenche e, transforma e renova o nosso interior, como também se preocupa no nosso bem-estar físico e social, dando-nos o que necessitamos para que possamos viver dignamente.
"Invoca-me no dia da angústia: eu te livrarei, e tu me glorificarás..."
Salmos 50:15 

"Pedi, e dar-se-vos-á, buscai, e achareis; batei. e abrir-se-vos-á..."
Mateus 7:7

"Também o Espírito semelhantemente, nos assiste em nossa fraqueza; porque não sabemos orar como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós sobremaneira com gemidos inesprimíveis..."
Romanos 8:26


A Palavra de Deus incentiva-nos a orar e, consequentemente produz em nós a necessidade de estarmos em constante comunhão com o Senhor, levando uma vida de oração.
O mesmo Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis.

Não podemos preguiçar, nem esmorecer no orar, pois sabemos que há grandes coisas que Deus deseja fazer na nossa vida, e na vida dos que nos rodeiam, através de nós!
Nunca nos disto...

"Fiel é o que vos chama, o qual também o fará".
1Tessalonicenses 5



Orar é mesmo muito importante. Mais que um dever, uma necessidade para o crente fiel:







Deus vos abençoe.

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Ouvindo e atendendo à voz do Mestre.

A ovelha é considerada um animal indefeso e tolo, porém, tem o ouvido apurado.
Dentre mil cordeiros, ela consegue diferenciar e conhecer o balir do seu filhinho.

As ovelhas também ouvem a voz do pastor…
E entre mil pastores estranhos conseguem reconhecer a voz do seu pastor.



Nós, como ovelhas do Bom Pastor (Jesus Cristo) precisamos ter as seguintes características:


- Conhecer o Bom Pastor, mantendo a intimidade com Ele, ouvir e atender ao Seu chamar.

- Conseguir distinguir a voz do Bom Pastor (O verdadeiro evangelho de Jesus Cristo) das demais vozes.

- Não dar ouvidos à voz do ladrão, obedecer apenas ao Bom Pastor.

- Afastar-se dos falsos mestres, procurar a proximidade e intimidade com o Bom Pastor e Mestre.

- Para além de atender à voz do Bom Pastor, submete-se à Sua direcção e ensino (do Espírito Santo).

- Amam o seu Bom Pastor, não procuram outros e fogem dos que lhe soam estranhos.

- Confiam e seguem cegamente o seu Bom Pastor, obedecendo aos seus mandamentos, e à direcção do Espírito do Senhor.


"Mas faço-vos saber irmãos, que o Evangelho que por mim foi anunciado não segundo aos homens. Porque não recebi, nem aprendi de homem algum, mas pela revelação de Jesus Cristo."
Gálatas 1:11-12

"Mas mesmo que um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema."
Gálatas 1:8

"Porque tais falsos apóstolos são obreiros fraudulentos, transfigurando-se em apóstolos de Cristo."
2Corintios 11:13


Jesus falou o que nunca nenhum homem jamais ousou dizer:


- Eu sou a Porta… Cristo aqui não é o apenas O verdadeiro Pastor, mas também a única Porta das ovelhas.

- O caminho para a comunhão divina é por Ele.

- Por Ele, todos nós, Sua igreja, temos acesso ao Pai, num mesmo Espírito.

- Dou a minha vida pelas ovelhas, resgatando-as da condenação eterna.

- Conheço as minhas ovelhas e chamo-as pelo seu nome.

- Vou adiante do meu rebanho, guiando e protegendo as minhas ovelhas.

- Seguro, em minhas próprias mãos, as ovelhas quando estão fracas, doentes e cansadas.



O falso pastor de almas:


- Entra no seu cargo sem ser transformado por Cristo.

- Seu alvo é exaltar-se a si mesmo, em vez de exaltar a Cristo.

- Nada mais conhecem de Cristo senão o Seu nome, as suas experiências de vida são falsas e ensinos, engano.

- Como o ladrão, não vem senão para matar, roubar e destruir, enquanto o Bom Pastor veio para que tenhamos vida e a tenhamos com abundância.

- Como o mercenário, sabendo não serem dele as ovelhas, ao ver o lobo chegar, deixa as ovelhas e foge, então o lobo as arrebata e dispersa.

- São ladrões e salteadores…tentando roubar a nossa liberdade em Cristo Jesus, para nos porem em servidão.

- Ainda que alimentem as ovelhas, o propósito é sempre o seu próprio interesse.




Jesus Cristo veio não apenas para preservar a vida, como é a preocupação da maioria dos membros das igrejas, mas para transmitir vida abundantemente.
Possuindo um só Espírito Santo, e sendo baptizada num só corpo (Cristo), a Igreja é um só rebanho.
Quando o nosso Bom Pastor voltar, seremos chamados pelo nosso nome, para sermos recolhidos e, juntamente com Ele, subirmos até à Sua Glória.


Devemos ter cuidado com certas vozes diferentes que, por vezes, levantam-se no meio evangélico...



Vídeos sobre o nosso Bom Pastor e a Igreja:









Deus vos abençoe.

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Vidas verdadeiras ou de aparência?

"Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos. Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, sem afecto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, Tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela.

Destes afasta-te."
2Timóteo 3:1-5


E se estas palavras também se aplicassem à vida de alguns crentes?

O Fim dos tempos está chegado. Olhamos para algumas igrejas e vemos que alguns de nós estamos amando mais os prazeres da vida, do que ao próprio Deus...
Parece que a amor próprio está sempre em primeiro lugar na nossa lista.

Temos aparência de ser-mos piedosos, mas quantas vezes negamos o poder do Espírito Santo na nossa vida...


É incrível mas toda esta lista escrita por Paulo no primeiro século, sobre os homens dos últimos dias, aplicam-se a muitos de nós, hoje.
Mas, o mais grave, é ter-se perdido o temor a Deus. Hoje, muitos permanecem no pecado, não mudam de atitude, nem se arrependem, sentindo-se bem gozando o pecado escondido.

Mas aqueles que, como nós, amam a Deus desejam seguir o que a Bíblia ensina, a conduta dos profetas, apóstolos e principalmente de Jesus. Esses têm sede de conhecer mais de Deus.
Serão esses que mantêm os seus propósitos, guardam a sua fé, crescem em paciência e em perseverança, não se desviam da Verdade, nem negam a Cristo pelos prazeres mundanos, que verão a Jesus em Glória...


Deixemos de viver de aparências... Não desperdicemos a nossa vida!












Deus vos abençoe.

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Cristãos iguais ao mundo, não são sal...

A igreja primitiva e a igreja de Laodicéia são bem diferentes.
Uma é descrita na Bíblia como sendo unida, onde reinava a alegria, evangelizadora, altruísta, benevolente, cheia de graça, marcante…

"De sorte que foram batizados os que de bom grado receberam a sua palavra; e naquele dia agregaram-se quase três mil almas, E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações. E em toda a alma havia temor, e muitas maravilhas e sinais se faziam pelos apóstolos. E todos os que criam estavam juntos, e tinham tudo em comum. E vendiam suas propriedades e bens, e repartiam com todos, segundo cada um havia de mister. E, perseverando unânimes todos os dias no templo, e partindo o pão em casa, comiam juntos com alegria e singeleza de coração, Louvando a Deus, e caindo na graça de todo o povo. E todos os dias acrescentava o Senhor à igreja aqueles que se haviam de salvar."
Actos 2:41-47 

 
"E, tendo orado, moveu-se o lugar em que estavam reunidos; e todos foram cheios do Espírito Santo, e anunciavam com ousadia a palavra de Deus. E era um o coração e a alma da multidão dos que criam, e ninguém dizia que coisa alguma do que possuía era sua própria, mas todas as coisas lhes eram comuns. E os apóstolos davam, com grande poder, testemunho da ressurreição do Senhor Jesus, e em todos eles havia abundante graça. Não havia, pois, entre eles necessitado algum; porque todos os que possuíam herdades ou casas, vendendo-as, traziam o preço do que fora vendido, e o depositavam aos pés dos apóstolos. E repartia-se a cada um, segundo a necessidade que cada um tinha."
Actos 4:31-35



Já a igreja de Laodicéia (do Apocalipse) outra é descrita como morna, arrogante, orgulhosa, auto-suficiente, infeliz, miserável, pobre, cega e nua.

A Igreja Primitiva não tinha tanto conhecimento teológico, doutrinário ou mesmo “técnico” para levar avante a pregação de sua fé, mas eles tinham o principal: o Espírito Santo impregnado em suas vidas.
Isso foi o suficiente para levar o Evangelho a todo o mundo conhecido de sua época.

Ela valorizou mais a prática do que a teoria religiosa.



A Igreja de Laodicéia tem um vasto conhecimento, nas mais diversas áreas da vida cristã; tem uma estrutura mundial que lhe dá uma ampla sustentação para o avanço da pregação; utiliza os mais modernos meios tecnológicos para difundir o Evangelho Eterno; mas não é descrita com as mesmas qualidades da Igreja de

Ela valoriza mais a teoria religiosa do que a prática da fé.



O amor do Senhor pela Igreja de Laodicéia é o que O motiva a estender seu período de graça.
Mesmo “débil e defeituosa”, Ele não a tem rejeitado, pois a ama com um amor que nasceu na Eternidade.

Mas, ao invés de fazer com que esta Igreja se acomode em sua “vidinha morna”, este maravilhoso amor divino deveria impulsionar nela o deseja de mudar, de renascer, de despertar.

Um dos traços que mais me chamam a atenção na Igreja primitiva é a comunhão que os seus membros mantinham. Eram um povo feliz, animado, vibrando por amor a Deus e aos seus irmãos e irmãs. Foram, sem sombra de dúvidas, a única comunidade verdadeiramente solidária e de partilha na História deste mundo.
E hoje? Como é que está o “remanescente” daquela Igreja que tanto amava?


Pregamos sobre o amor, mas não aprendemos ainda como amar…
Pregamos sobre perdão, mas não aprendemos ainda a perdoar…
Pregamos sobre fé, mas não aprendemos ainda a mantê-la nas horas de duras provas…
Pregamos sobre salvação, mas não nos sentimos “lavados pela graça” de Cristo…
Pregamos sobre evangelização, mas não saimos do conforto dos nossos lares…

“Onde abundou o pecado, superabundou a graça…”
Romanos 5:20


Talvez seja esta essa a “segurança” da igreja dos nossos dias. A graça tem sido superabundante, pois os pecados são muitos: indiferença, egoísmo, hipocrisia, falsidade…
Mas não podemos continuar pecando, confiantes que Deus, pela Sua enorme Graça e na Sua infinita misericórdia, sempre nos perdoe e levante.
Há que fazer um compromisso com Deus e voltar ao primeiro amor, novamente. Só assim seremos realmente parte daquela igreja que faz a diferença entre o mundo, que é exemplo para os perdidos, verdadeira Luz e Sal, no meio das trevas...









terça-feira, 16 de novembro de 2010

Vidas de integridade ou hipocrisia...

José foi um grande exemplo no que toca à integridade moral e sexual.

Ele fora vendido como escravo a Potifar (cujo nome significa "dedicado a Rá"-deus egípcio), que era o comandante da guarda pessoal do Faraó (possivelmente Sesostris III, que reinou de 1878 a 1843 a.C., segundo 1 Reis 6:1 e Êxodo 12:40, que indicam a entrada de José no Egito ter-se dado ao redor de 1877 a.C.).

Naqueles dias, a população do Egipto antigo era composta de três classes: os guerreiros, os sacerdotes e o povo.
O Faraó era o rei da nação, o deus do povo e o comandante máximo do exército.
Os oficiais do exército gozavam de grandes riquezas e privilégios.
Os sacerdotes constituíam famílias e viviam bem, sendo muito abastados, os de posição superior.
O resto da população era, na sua maioria, pobre e vivia com dificuldades.
Potifar, devido à sua alta posição, tinha certamente uma grande fortuna que precisava ser administrada com habilidade.
As famílias ricas,como a dele, habitavam em mansões de dois ou três andares, com lindos jardins e pátios. As suas casas eram decoradas com objectos preciosos como vasos de alabastro, pinturas, tapeçarias e móveis entalhados à mão.
As refeições eram servidas em vasilhas e pratos de ouro e a casa era iluminada com lâmpadas (de azeite talvés) em ouro.

Os servos ou escravos, como José, trabalhavam no piso inferior enquanto que a família ocupava os ambientes superiores.

O Senhor, Deus de Israel, era com José. Tudo o que ele tocava, o Senhor fazia prosperar.
Potifar apercebeu-se das suas grandes capacidades e rapidamente promoveu-o à posição mais alta entre os seus servos: a de mordomo.

A bênção do SENHOR estava com toda a casa de Potifar, por amor a José. Potifar reconheceu e confiou a ele a administração de toda a sua fortuna.

A Bíblia conta que ele era formoso de porte e de boa aparência. A mulher de Potifar começou a cobiçar José e repetidamente procurou seduzi-lo, mas ele não se deixou enredar. Ele explicou-lhe que, se fizesse o que ela queria, estaria traindo a grande confiança que Potifar tinha depositado nele, pois lhe dera plena autoridade em sua casa sobre tudo, menos sobre ela, por ser sua mulher.
Isso seria uma terrível traição para com o seu amo, mas principalmente, um vil pecado contra o poderoso Deus de Israel.

Em tudo, José servia a Deus.
O Egipto era uma terra tão ou mais idólatra quanto Canaã, a sua terra natal. Lá, José mantivera-se íntegro, sendo a sua vida um testemunho do Deus vivo e verdadeiro.
Quando essa mulher o incitava à imoralidade, ele fugia da tentação.
José tinha um propósito alto, pois seu desejo era ser fiel a Deus.

Uma última vez a mulher de Potifar aproveitou-se da ausência do seu marido para tentar José.
Aflito, ele desvencilhou-se e fugiu, mas deixou as vestes nas mãos da mulher de Potifar.
A rejeição despertou o ódio dela, que a levou a inventar mentiras contra José: que a tinha atacado e que fugira quando ela gritara, deixando suas vestes para trás.

Potifar ouviu o que a mulher lhe disse, acreditou, e se encheu de ira contra José. Um grande erro, pois José havia lhe trazido grande prosperidade, e sem dúvida ele conhecia sua integridade.

José foi então lançado no cárcere...


Ao ser lançado na prisão, perdendo tudo o que havia obtido desde que fora vendido como escravo, por causa da sua fidelidade, José podia ter ficado desesperado, mas ele continuou mantendo sua integridade e sendo fiel a Deus e aos homens, em tudo.

José não se deixava abater pelas circunstâncias aflitivas que o envolviam: ele passava por cima delas! O Senhor estava com ele, e ele reconhecia a mão de Deus em sua vida, por isso ele não desanimava. O desânimo é uma das armas mais eficientes do adversário, junto com o desapontamento.

"E, na verdade, toda a correcção, ao presente, não parece ser de gozo, senão de tristeza, mas depois produz um fruto pacífico de justiça nos exercitados por ela. Portanto, tornai a levantar as mãos cansadas, e os joelhos desconjuntados, E fazei veredas direitas para os vossos pés, para que o que manqueja não se desvie inteiramente, antes seja sarado. Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor; Tendo cuidado de que ninguém se prive da graça de Deus, e de que nenhuma raiz de amargura, brotando, vos perturbe, e por ela muitos se contaminem. E ninguém seja devasso, ou profano, como Esaú, que por uma refeição vendeu o seu direito de primogenitura."
Hebreus 12:11-16



Satanás gosta de tentar e "comprar" as pessoas, mas José foi íntegro e não se deixou levar.

O SENHOR, portanto, o abençoou: o carcereiro viu a sua conduta exemplar e a sua firmeza de carácter e então confiou-lhe a administração da prisão, embora ele próprio estivesse detido.
Mais tarde vemos o maravilhoso fruto de justiça revelado na vida deste jovem.

Da mesma forma, devemos ser verdadeiros e sinceros, buscarmos ao Senhor, ter sede e fome da Sua Palavra e vivermos em louvor constante, não levando vidas duplas, vida de hipócritas.

Vale a pena ser fiel ao Senhor, desviando-nos do mal e mantendo uma vida de integridade e pureza...


Vejam estes vídeos que falam sobre pureza sexual e integridade física:







Deus vos abençoe.

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Vivendo uma vida de diálogo...

A comunicação, especialmente no Casamento, é muito importante e da nossa inteira responsabilidade.

Não será por acaso que a mais frequente fraqueza no casamento... é a comunicação.

Aos olhos de Deus, tanto o marido como a esposa têm a mútua responsabilidade de contribuírem para que haja uma salutar comunicação, o que exige um esforço paciente, vivendo continuamente debaixo do amor que Deus nos deu, falando sempre com carinho, regando continuamente com oração e mantendo a nossa vida, sob o controle do Espírito de Deus.

"...o homem encoberto no coração; no incorruptível traje de um espírito manso e quieto, que é precioso diante de Deus."
"Como Sara obedecia a Abraão, chamando-lhe senhor; da qual vós sois filhas, fazendo o bem, e não temendo nenhum espanto. Igualmente vós, maridos, coabitai com elas com entendimento, dando honra à mulher, como vaso mais fraco; como sendo vós os seus co-herdeiros da graça da vida; para que não sejam impedidas as vossas orações. Não tornando mal por mal, ou injúria por injúria; antes, pelo contrário, bendizendo; sabendo que para isto fostes chamados, para que por herança alcanceis a bênção. Porque Quem quer amar a vida, E ver os dias bons, Refreie a sua língua do mal, E os seus lábios não falem engano. Aparte-se do mal, e faça o bem; Busque a paz, e siga-a. Porque os olhos do Senhor estão sobre os justos, E os seus ouvidos atentos às suas orações; Mas o rosto do Senhor é contra os que fazem o mal. E qual é aquele que vos fará mal, se fordes zelosos do bem? Mas também, se padecerdes por amor da justiça, sois bem-aventurados. E não temais com medo deles, nem vos turbeis; Antes, santificai ao Senhor Deus em vossos corações; e estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a qualquer que vos pedir a razão da esperança que há em vós,"
1Pedro 3:7-12



Para que haja diálogo numa família:


- Precisamos valorizar as opiniões e os pontos de vista dos outros.

- Devemos honrar o outro, valorizando-o.

- É importante esclarecer mal-entendidos, dialogando e procurando encontrar sempre o consenso e a união nas decisões, e nos planos a curto e a longo prazo.

- Devemos ser empáticos, sensíveis às necessidades do outro, compartilhando os nossos sentimentos, confortando e encorajando, compartilhando as nossas emoções.

- Sigamos suportando as cargas do outro. Precisamos ser livres de compartilhar os nossos problemas sem medo de ser repreendido ou rejeitado.

- Há que elogiar ao outro, enaltecendo as suas boas obras.



A boa comunicação implica:  

-  Manter diálogos francos e abertos com cada um dos membros da nossa família.
Ter liberdade para confidenciar os mais profundos sonhos, temores e fraquezas com o outro.

- Falar o mais claramente possível.

- Ser espiritual no falar, não torturar o outro, refrear-se, mantendo respostas brandas, pensando antes de falar, esclarecendo, ouvindo realmente ao outro.




Veja ou reveja a nossa irmã Bertina Cóias falando acerca do bem estar da família, numa palestra em Lagos, no Templo de Sião:







Deus vos abençoe.

domingo, 14 de novembro de 2010

Deus pode mudar a nossa condição.

"E, quando chegou perto da porta da cidade, eis que levavam um defunto, filho único de sua mãe, que era viúva; e com ela ia uma grande multidão da cidade. E, vendo-a, o Senhor moveu-se de íntima compaixão por ela, e disse-lhe: Não chores. E, chegando-se, tocou o esquife (e os que o levavam pararam), e disse: Jovem, a ti te digo: Levanta-te. E o defunto assentou-se, e começou a falar. E entregou-o a sua mãe. E de todos se apoderou o temor, e glorificavam a Deus, dizendo: Um grande profeta se levantou entre nós, e Deus visitou o seu povo."
Lucas 7:12-16


Jesus foi até à pobre viúva, despossuida de todos os que lhe preenchiam a vida, a amavam e cuidavam dela. Ela, na sua infelicidade, apenas poderia esperar que a morte chegasse e a levasse a ela também...
Mas Jesus devolveu-lhe não apenas o seu único filho, deu-lhe também de volta o seu sustento, a sua protecção, o carinho e o amor que precisava.

Deus mudou a condição daquela mulher!


"E ensinava no sábado, numa das sinagogas. E eis que estava ali uma mulher que tinha um espírito de enfermidade, havia já dezoito anos; e andava curvada, e não podia de modo algum endireitar-se. E, vendo-a Jesus, chamou-a a si, e disse-lhe: Mulher, estás livre da tua enfermidade. E pôs as mãos sobre ela, e logo se endireitou, e glorificava a Deus".
Lucas 13:10-13


Não em casas, mas nas ruas, Jesus andava pelas vilas e cidades, por entre as ruas e vielas, contactando as pessoas, pregando, curando e libertando pessoas, que O seguiam em grandes multidões.
Mas desta vez, Ele não estava nas ruas, onde realizou a maior parte de seu ministério, mas numa sinagoga, lugar de estudo e de interpretação da Palavra, onde os mestres da lei reuniam-se para ensinar o povo.
E ali estava uma mulher, no mesmo lugar onde Jesus se encontrava...

A presença de uma mulher ali é curiosa.
Não havia explicação para que ali estivesse, num lugar predominantemente masculino. Ainda mais, pelo facto de se encontrar doente (o que significava, para os religiosos da altura, que estava debaixo da maldição do pecado) e logo estar impura.

Provavelmente escondida, tentando disfarçar a sua condição, por entre as sombras da sinagoga, condenada à separação e ao isolamento pela sociedade judaica... Jesus vê-a com os Seus olhos de amor e tem compaixão da sua situação!

A enfermidade desta mulher afligia-a e levava-a a andar curvada.
Quão difícil é continuar, quando somos atacados por algo que nos atormenta e magoa durante 18 longos anos...
Assim como essa mulher, há situações que nos magoam tanto e que tornam-nos limitados, quase secos por dentro, não podendo de modo algum nos endireitarmos sozinhos...

Deus demonstra o Seu grande amor, ao olhar para uma mulher, dentro da sinagoga.
Naqueles dias, somente os homens podiam participar da cerimónia no salão principal da sinagoga. Às mulheres era destinado ficarem separadas, confinadas atrás de paredes de treliça em madeira, no fundo do salão.

Ma o olhar de Deus é diferente do mundo. Ele sofre as nossas dificuldades e, pelo Seu grande amor, deseja ardentemente mudar a nossa condição e transformar a nossa dor em alegria, o nosso pesar em gozo e felicidade sem fim...

Jesus mudou a condição daquela mulher!

Tenhamos bom ânimo, Deus pode, deseja e vai mudar a nossa condição!






Deus vos abençoe.

sábado, 13 de novembro de 2010

Fugir do mundo, mantendo a pureza.

É muito importante esperar em Deus por tudo o que precisamos, para a nossa vida.

Esperar em Deus pela pessoa certa, aquela que Ele preparou para nós, que cumprirá os designíos que Ele tem para a nossa vida conjugal, que nos completará emocionalmente e com quem seremos felizes é a melhor decisão que podemos tomar...

"Deleita-te também no Senhor, e te concederá os desejos do teu coração."
Salmos 37:4



Não nos deixemos levar pelas aparências, encantando-nos pelo aspecto físico, pela beleza exterior.
Deus, mais certamente, nos dirigirá até alguém que O teme, que O ama e que deseja encontrar também alguém assim...

"Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas?"
2Coríntios 6:14

"Enganosa é a beleza e fã a formosura, mas a mulher que teme ao SENHOR, essa sim será louvada"
Provérbios 31:30



Quando Deus já tem mostrado a pessoa certa, uma nova etapa aproxima-se.
Manter a pureza durante o namoro é a preocupação de todos os jovens verdadeiramente comprometidos com Deus.
Todos aqueles que amam o Senhor, desejam obedecer à Sua Palavra e guardar-se do mal.

"Não deis lugar ao diabo."
Efésios 4:27


Mas por muito que possamos ter conhecimento da Palavra de Deus e desejar manter-nos puros, não pensemos que somos suficientemente sábios e fortes, por nós próprios, a ponto de não precisarmos da direcção e protecção de Deus, nem dos conselhos dos nossos pais, para resistir à tentação da carne e guardar-nos para o casamento.

"Foge também das paixões da mocidade; e segue a justiça, a fé, o amor, e a paz com os que, com um coração puro, invocam o Senhor."
2Timóteo 2:22


Deus conhece o nosso coração e tem o melhor guardado para nós. Alguém que esteja ao nosso lado, nos faça feliz, seja o nosso amparo e "puxe-nos" para Deus, em todas as situações da vida, boas e más.
Ele tem prazer em dar aquilo que o nosso coração anseia...

"A casa e os bens são herança dos pais; porém do Senhor vem a esposa prudente."
Provérbios 19:14



Este é uma pregação sobre este maravilhoso tempo de preparação para o casamento. Mas infelizmente, das más escolhas que se tomam durante o namoro, quando não dependemos exclusivamente de Deus...






"Bem aventurado o varão que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes, tem o seu prazer na lei do SENHOR, e na sua lei medita de dia e de noite. Pois será como a árvore plantada junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto na estação própria, e cujas folhas não caem, e tudo quanto fizer prosperará."
Salmos 1:1-3


Deus vos abençoe.

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Mantendo uma mente limpa e renovada.

Várias são as vezes em que, por confiarmos nas nossas próprias forças, desviamos o nosso olhar de Deus e, envolvidos nas coisas do mundo, ficamos fracos e caímos...

De pouco adianta esforçarmo-nos muito, pois apenas nas forças de Deus conseguimos vencer a nossa natureza pecaminosa.






Em vez de nos auto-desculparmos, precisamos ter em mente que:


- Muitos dos nossos pecados vêm da concupiscência da nossa carne e não do inimigo.
"Portanto, os que estão na carne não podem agradar a Deus."
Romanos 8:8

- Caímos na tentação quando não estamos agarrados à Rocha e vamos pelas nossas forças.
"E desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela casa, e não caiu, porque estava edificada sobre a rocha."
Mateus 7:25 

- Mantemo-nos no erro enquanto não deixarmos o Espírito de Deus falar ao nosso coração.
"Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me, e conhece os meus pensamentos. E vê se há em mim algum caminho mau, e guia-me pelo caminho eterno."
Salmos 139:23-24
 
- Precisamos arrepender-nos e confessar a Deus pelos pecados que constantemente praticamos e nos fazem ficar distantes e abatidos, quer seja em pensamento, palavra, ou acção.
"Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça."
1João 1:9

- Precisamos pedir perdão e tentar emendar o mal que causamos aos outros, numa atitude sincera de arrependimento.
"Portanto, se trouxeres a tua oferta ao altar, e aí te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti, Deixa ali diante do altar a tua oferta, e vai reconciliar-te primeiro com teu irmão e, depois, vem e apresenta a tua oferta."
Mateus 5:23-24


Nós temos necessidade em manter a nossa consciência limpa.

- Apenas com uma consciência limpa estaremos bem connosco próprios e seremos crentes genuínos e abençoados.
"Por isso, tendo este ministério, segundo a misericórdia que nos foi feita, não desfalecemos; Antes, rejeitamos as coisas que por vergonha se ocultam, não andando com astúcia nem falsificando a palavra de Deus; e assim nos recomendamos à consciência de todo o homem, na presença de Deus, pela manifestação da verdade."
2Coríntios 4:1-2
 
- Só mantendo uma consciência limpa sentimos a confiança que precisamos para buscarmos ao Senhor Deus, ainda que saibamos que não é por nada que façamos, mas pela Sua misericórdia e graça.
"Tendo, pois, irmãos, ousadia para entrar no santuário, pelo sangue de Jesus, Pelo novo e vivo caminho que ele nos consagrou, pelo véu, isto é, pela sua carne, E tendo um grande sacerdote sobre a casa de Deus, Cheguemo-nos com verdadeiro coração, em inteira certeza de fé, tendo os corações purificados da má consciência, e o corpo lavado com água limpa,"
Hebreus 10:19-22

- Precisamos ter a consciência tranquila para podermos compartilhar a nossa fé com outros.
"Porque melhor é que padeçais fazendo bem (se a vontade de Deus assim o quer), do que fazendo mal. Porque também Cristo padeceu uma vez pelos pecados, o justo pelos injustos, para levar-nos a Deus; mortificado, na verdade, na carne, mas vivificado pelo Espírito;"
1Pedro 3:15-16

"Tendo esperança em Deus, como estes mesmos também esperam, de que há de haver ressurreição de mortos, assim dos justos como dos injustos. E por isso procuro sempre ter uma consciência sem ofensa, tanto para com Deus como para com os homens."
Actos 24:15-16 
 
- É indispensável ter a consciência purificada para servir a Deus.
"Dou graças a Deus, a quem desde os meus antepassados sirvo com uma consciência pura, de que sem cessar faço memória de ti nas minhas orações noite e dia;"
2Timóteo 1:3

- Sem a consciência limpa não teremos amor genuíno para dar aos outros.
"Ora, o fim do mandamento é o amor de um coração puro, e de uma boa consciência, e de uma fé não fingida. Do que, desviando-se alguns, se entregaram a vãs contendas;"
1Timóteo 1:5-6

- Acabaremos por cauterizar a nossa consciência se persistirmos em desobedecer.
"Pela hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência;"
1Timóteo 4:2


Vamos depender a cada dia do nosso Deus, vencendo as lutas pelas Suas forças.
Vamos refugiar-nos na Sua Palavra, vencendo a tentação e deixando que leve a culpa do nosso coração.

"Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo. E o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre."
1João 2:15-17


Deus vos abençoe.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...