.
.

sexta-feira, 11 de junho de 2010

Enfrentando a morte, todos os dias.

É urgente espalhar o evangelho por todo o mundo enquanto ainda há tempo.
Mas... muitos dos países em que as missões de evangelização praticamente não existem, no Médio-Oriente, Norte de África e Ásia, em grande parte de maioria islâmica, têm declarado "guerra-santa" contra os infiéis inimigos (cristãos).
Em muitos desses países, é consentida e incentivada a perseguição, tortura e até a própria morte de quem negar a fé instituída pelo governo. Nalguns até a própria lei condena a prática da fé não islâmica e a sua punição severa, ou morte.


Como exemplo do que é ser cristão num destes países, temos esta notícia marcante, que há algum tempo atrás, andou na "boca-do-mundo":


Um muçulmano egípcio matou brutalmente a sua esposa, ao descobrir que ela estava lendo a Bíblia. 
Após ter assassinado a sua própria mulher... enterrou-a juntamente com o seu próprio bebé de poucos dias e com a filha de oito anos de idade.


O seu zelo para com o islamismo era tal, que o ódio ao cristianismo, à Bíblia e ao Deus da Bíblia, cegou-o de tal forma que a sua crueldade chegou ao ponto de enterrar as suas próprias filhas... vivas!!
As crianças foram enterradas vivas, juntamente com a sua mãe já morta.


Quando confrontado pela polícia, alegou em sua defesa, que havia sido um tio que tomando conhecimento da traição à fé pela sua sobrinha, quisera fazer justiça a "Alá" e a matara, a ela e às suas duas filhas.


Quando já haviam passado quinze dias desde o macabro acontecimento, outra pessoa da mesma família morreu.
A família aprontou-se para o funeral, mas quando preparavam-se para enterrar essa pessoa, ao cavarem a cova para o defunto, encontraram as duas crianças sob a areia... e qual não foi o espanto de todos, quando elas se moveram... estavam VIVAS!!!


A notícia espalhou-se como pólvora. O país ficou em choque ao tomar conhecimento de tão grande maldade cometida contra os próprios filhos. Como castigo pela sua crueldade, o homem foi condenado à morte e executado.


Perguntaram então à menina de oito anos, como havia sido possível ela sobreviver durante tanto tempo, debaixo da areia, ao que ela respondeu:


"Um homem de roupas brancas que brilhavam muito, com marcas de feridas em suas mãos, todos os dias vinha-nos alimentar. E Ele acordava sempre a minha mãe para que ela desse de mamar à minha irmã..."




Esta criancinha foi entrevistada no Egipto para um canal de televisão nacional, por uma mulher jornalista de rosto coberto. A menina não teve medo das represálias e disse perante o país, na televisão pública:


"Foi o meu Jesus quem veio cuidar de nós, porque ninguém mais pode fazer coisas assim!"




Mediante o acontecimento, os líderes muçulmanos tiveram muita dificuldade em lidar com a situação, já que ficou bem claro que esta criança não seria capaz de inventar uma história assim e também não seria possível que se tivessem mantido vivas durante duas semanas inteiras, subterradas na areia e sem qualquer tipo de alimentação.


Foi impossível negar de que estavam perante um verdadeiro milagre.


As feridas que a menina refere nas mãos do homem que as visitava todos os dias, dão provas de que foi realmente Jesus quem as manteve vivas, seguras e saudáveis durante todo aquele tempo e de que Ele realmente foi crucificado, mas ressuscitou, estando vivo e tendo todo o poder para Salvar!


Nas mãos de Deus, até os mais horrendos e terríveis crimes podem tornar-se no meio de atingir e tocar o coração de um povo endurecido pelo Islão, trazendo um despertar para as suas mentes toldadas, cauterizadas e torcidas...

"O SENHOR faz justiça e juízo a todos os oprimidos."
Salmos 103:6


Que Deus tenha misericórdia de todos aqueles que amando mais a Deus e aos perdidos, que à sua própria vida, vão para os locais mais perigosos do mundo, pondo em risco diariamente a sua existência, para levar a Palavra da Salvação aos que nunca ouviram falar de Deus, ainda.
Oremos sempre por todos esses servos de Deus, quais "anjos" do Senhor, que levam a Luz da Sua Palavra, ao meio das trevas mais tenebrosas e densas.

"No demais, irmãos, rogai por nós, para que a palavra do Senhor tenha livre curso e seja glorificada, como também o é entre vós;"
2Tessalonissemces 3:1


Deus vos abençoe.

1 comentários:

esterduarte1960 disse...

Todo o verdadeiro cristão até na morte é mais que vencedor. Pois o próprio Jesus venceu a morte e ao terceiro dia ressuscitou e está vivo para sempre.

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...