.
.

quinta-feira, 17 de junho de 2010

O incrível poder dos media sobre nós.

É incrível o poder dos media (meios de comunicação social) sobre todos nós. Aquilo que é comunicado por eles como sendo notícia é imediatamente aceite como verdade absoluta e inquestionável, e isso pode ser muito perigoso.

Todos os grandes ditadores da história sabiam que se controlassem e manipulassem o que era comunicado ao povo e espalhado como sendo verdade, controlariam também o seu pensamento e vontade.

"Que dizem aos videntes: Não vejais; e aos profetas: Não profetizeis para nós o que é recto; dizei-nos coisas aprazíveis, e vede para nós enganos."
Isaías 30:10


Vejamos os exemplos:

- Hitler pegou numa Alemanha em crise económica e social e deslocou todas as culpas da situação actual do país, sobre os judeus. Usou-se da sua eloquência demoníaca para convencer o povo de que o mal era totalmente causado pelos judeus, que segundo ele eram maus, ladrões, assassinos, vigaristas, traidores...

- Usou-se de uma industria recém-criada, o cinema, como seu principal aliado. Naqueles tempos era costume quando iam ao cinema ver um filme, assistir às notícias do país e mundo (como se de um noticiário se tratasse) antes de verem a projecção do filme. Assim todo o povo foi assistindo às mentiras pregadas por um louco nas mãos de satanás...

- Aviões voavam baixo sobre as cidades, vilas e aldeias e espalhavam panfletos com todo o tipo de propagando anti-semita, incentivando ao ódio contra os judeus e minorias étnicas. Deste modo era possível atingir toda a gente de um país, numa altura onde não havia ainda televisão.

- Nos dias dos longos e malfadados discursos, todos eram obrigados a ouvir o "amado" fuhrër, às horas certas. Todas as casas de comércio tinham de transmitir os discursos, sob pena de prisão e todas as pessoas foram levadas a comprar um rádio, que eram feitos em grandes quantidades e vendidos a baixo preço.

- "Alemães defendam-se, não comprem aos judeus!" - Este era apenas um dos cartazes afixados pelas cidades para que os judeus fossem deixados à miséria, sem que ninguém quisesse ajudá-los.


"Ai dos que querem esconder profundamente o seu propósito do SENHOR, e fazem as suas obras às escuras, e dizem: Quem nos vê? E quem nos conhece? Vós tudo perverteis, como se o oleiro fosse igual ao barro, e a obra dissesse do seu artífice: Não me fez; e o vaso formado dissesse do seu oleiro: Nada sabe."
" Porque o tirano é reduzido a nada, e se consome o escarnecedor, e todos os que se dão à iniquidade são desarraigados; Os que fazem culpado ao homem por uma palavra, e armam laços ao que repreende na porta, e os que sem motivo põem de parte o justo."
Isaías 29:15-16/20-21


O povo ficou completamente subjugado à ideia de que os judeus eram o inimigo e precisavam ser eliminados, para o bem do país e dos seus filhos.
Não será preciso dizer ao que levou toda esta propaganda...


Foram contabilizadas pelos registos dos soldados nazis, o seguinte número de mortos:

- 6,0 a 7,0 milhões de polacos dos quais 3,0 a 3,5 milhões de polacos judeus

- 5,6 a 6,1 milhões de judeus dos quais 3,0 a 3,5 milhões de judeus polacos

- 3,5 a 6 milhões de outros civis eslavos 2,5 a 4 milhões de prisioneiros de guerra soviéticos

- 1 a 1,5 milhões de dissidentes políticos

- 200 000 a 800 000 ciganos "roma e sinti"

- 200 000 a 300 000 deficientes

- 10.000 a 25 000 homossexuais

- 2 500 a 5 000 russelistas ("testemunhas de Jeová"), que se recusavam a participar no exército e a assinar um documento negando a sua fé.



Assusta-nos pensar que a igreja católica e muitos pastores protestantes consentiram no que Hitler estava fazendo, defendendo que os judeus mereciam realmente morrer por terem consentido na morte de Jesus.

"Ai dos filhos rebeldes, diz o SENHOR, que tomam conselho, mas não de mim; e que se cobrem, com uma cobertura, mas não do meu espírito, para acrescentarem pecado sobre pecado; Que descem ao Egipto, sem pedirem o meu conselho; para se fortificarem com a força de Faraó, e para confiarem na sombra do Egipto. Porque a força de Faraó se vos tornará em vergonha, e a confiança na sombra do Egipto em confusão."
Isaías 30:1-3


Ainda assim, muitas pessoas foram usadas por Deus para salvar vidas de judeus, naqueles tenebrosos tempos do regime nazi:

- Alguns eram ateus como Schindler, que forjou fábricas que nada construíam, para abrigar e salvar a vida de centenas de judeus.

- Outros cristãos como a família Ten Boom's, que preferiram sujeitar-se à condenação e prisão com os judeus, a virar-lhes as costas, como muitos pastores evangélicos fizeram e pregaram a que se fizesse.

- No meio de tantos que foram usados por Deus para salvar um remanescente do seu povo, um português pouco conhecido, chamado Aristides Sousa Mendes, que foi cônsul de Portugal em Bordéus, salvou a vida de dezenas de milhares de refugiados. Este homem de bom coração, arriscando-se bastante, foi contra as instruções expressas de Salazar e concedeu vistos de entrada para Portugal aos refugiados que o procuravam.


Nos nossos dias, os media, o cinema, a televisão e a educação, promovem em conjunto o ambientalismo, também chamado por alguns de ecomenismo. O ideal de salvar a Terra da destruição está unindo movimentos, grupos e instituições tão diferentes como o Vaticano e a comunidade cientista ateia. Planeiam instituir um dia em que toda a Terra pare, cessando de trabalhar, uma espécie de feriado mundial, para que a Terra possa descansar.
Ian Plimer, professor de geologia da mineração na Universidade de Adelaide, afirma que as alterações climáticas são uma farsa perpetuada por ambientalistas e chega mesmo a dizer que a ideia do aquecimento global tornou-se na nova religião dos países ricos. Para ele, o homem comum, não é a causa do "aquecimento global" e todas as alterações climáticas são puramente provocadas, sendo algo que pode ser revertido atravez da redução da poluição atmosférica. Aliás não é o primeiro cientista de renome a dizer isso.

Assim como culparam os judeus pela situação de crise em que se encontrava o país (Alemanha) e isso levou a que permitissem a Hitler levar a cabo uma "limpeza étnica", os "senhores do mundo" culpam a humanidade pela destruição do planeta e complicada situação económica. Isso levará a que levem a cabo uma redução da população do planeta, atravez de meios mais elaborados e dissimulados, guerra biológica (doenças criadas em laboratório e dissipadas pelo ar) e química (concentrações altíssimas de químicos cancerígenos nos alimentos e na água), para não falar de medicamentos e vacinas contaminados...

Nós, cristãos evangélicos, já somos acusados nestes dias, de arrogância e de nos acharmos melhores e superiores aos outros, uma vez que defendemos que apenas atravez de Jesus é possível alcançar salvação para a nossa alma e que apenas Ele é o único Caminho, Verdade e Vida. Aos poucos sofreremos cada vez mais pressão, até que sejamos impedidos de pregar livremente o evangelho da Salvação.

"Tu, ó Sião, que anuncias boas novas, sobe a um monte alto. Tu, ó Jerusalém, que anuncias boas novas, levanta a tua voz fortemente; levanta-a, não temas, e dize às cidades de Judá: Eis aqui está o vosso Deus."
Isaías 40:9


Da mesma forma, a formação da religião descrita em Apocalipse, a grande prostituta, será a nova e única religião mundial. Da qual fará parte o movimento da nova-era e todas as mentalidades e filosofias orientais da reencarnação e elevação pessoal, muito viradas para o ambientalismo (pois adoram a Terra sob o nome de Gaia), juntamente com um pouco de cada religião já existente (incluindo o cristianismo).
Quando os cristãos que viverem nessa altura, não se quiserem prostituir nem aceitar essa "religião" como sua, serão perseguidos e condenados, achados culpados de intolerância e ódio para com os praticantes das outras crenças.

"Tem misericórdia de mim, SENHOR, olha para a minha aflição, causada por aqueles que me odeiam; tu que me levantas das portas da morte;"
Salmos 9:13

"Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca."  
Mateus 26:36


Deus vos abençoe.

1 comentários:

esterduarte1960 disse...

Clamamos pela misericórdia de Deus, que não nos deixe ser levados pelos media e nem por comunicação persuasiva. Mas sim,ficarmos firmes na palavra de Deus e agarrados à rocha que é Jesus.

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...