.
.

sábado, 4 de janeiro de 2014

Amando com o amor de Deus

"O amor seja não fingido. Aborrecei o mal e apegai-vos ao bem. Amai-vos cordialmente uns aos outros com amor fraternal, preferindo-vos em honra uns aos outros; não sejais vagarosos no cuidado; sede fervorosos no espírito, servindo ao Senhor; alegrai-vos na esperança, sede pacientes na tribulação, perseverai na oração; acudi aos santos nas suas necessidades, exercei a hospitalidade; abençoai aos que vos perseguem; abençoai, e não amaldiçoeis; alegrai-vos com os que se alegram; chorai com os que choram; sede unânimes entre vós; não ambicioneis coisas altivas mas acomodai-vos às humildes; não sejais sábios aos vossos olhos; a ninguém torneis mal por mal; procurai as coisas dignas, perante todos os homens. Se for possível, quanto depender de vós, tende paz com todos os homens. Não vos vingueis a vós mesmos, amados, mas dai lugar à ira de Deus, porque está escrito: Minha é a vingança, eu retribuirei, diz o Senhor. Antes, se o teu inimigo tiver fome, dá-lhe de comer; se tiver sede, dá-lhe de beber; porque, fazendo isto amontoarás brasas de fogo sobre a sua cabeça. Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem." 
Romanos 12:9-21 



Todas estas directrizes são contrárias à forma como o mundo vive. Mas precisamos pensar como Cristo, oferecendo-nos voluntariamente a colocar a nossa própria vida no altar de Deus, assim como Jesus se entregou livremente a morrer em nosso lugar. 


Vidas transformadas levam a relacionamentos transformados. Quando temos um relacionamento correto com Deus também o teremos com quem nos rodeia. Mas também quando estamos verdadeiramente firmados em Deus, assim como com Jesus foi traído e perseguido, logo surgirão tempestades nos nossos relacionamentos. Falsos amigos e cristãos hipócritas usados por satanás, logo tentarão fazer-nos cair, para que sejamos envergonhados e mal-interpretados por todos.


Quando mergulhamos na profundidade do amor de Deus, não podemos deixar de O louvar.
O verdadeiro amor de Deus, sincero e sofredor, possa estar em nós, de forma a que sejamos verdadeiros seguidores de Jesus, uma verdadeira luz nas trevas do mundo. 


Não devemos temer assumirmo-nos como seguidores de Jesus, nem de falar a verdade e desmascarar o que é falso e errado. Que sejamos conhecidos pela nossa integridade e firmeza em Deus. Na nossa fidelidade a Deus, no nosso viver.


Sejamos de bom trato, buscando a paz com todos, quando possível, tendo cuidado na forma como lidamos com os outros, colocando-os como mais importantes que a nós próprios, servindo a Deus e aos outros com entusiasmo e fervor, com zelo e gozo em servir. 
A apatia e a indiferença não se coaduna com a vida cristã, mas que tudo façamos com boa vontade e amor ao nosso Deus.


Precisamos alegrar-nos na esperança em Deus, para que não desanimemos, mas continuemos pacientes perante a tribulação, perseverando em oração. 
Precisamos de encorajamento, partilhando com irmãos na fé, santos e experimentados por Deus, nos quais possamos confiar, as nossas dificuldades, lutas e necessidades. Precisamos também ajudar com tudo o que temos, seja bem material, tempo ou ajuda, aos nossos irmãos na fé, aos que nos rodeiam, aos que Deus coloca em nossa frente para que os ajudemos. 


Devemos alegrar-nos com os que estão felizes, partilhando da alegria por receber as suas bênçãos. Também chorarmos com os que choram, colocando-nos no mesmo "barco" que eles, suplicando a Deus pelas suas causas e consolando-os em amor.
Os verdadeiros cristãos não fazem inimigos com o seu viver. Mas todos eles, se forem verdadeiros, têm inimigos que se levantam consecutivamente contra eles.


"Ai de vós quando todos os homens de vós disserem bem, porque assim faziam seus pais aos falsos profetas. Mas a vós, que isto ouvis, digo: Amai a vossos inimigos, fazei bem aos que vos odeiam; Bendizei os que vos maldizem, e orai pelos que vos caluniam. Ao que te ferir numa face, oferece-lhe também a outra; e ao que te houver tirado a capa, nem a túnica recuses; E dá a qualquer que te pedir; e ao que tomar o que é teu, não lho tornes a pedir. E como vós quereis que os homens vos façam, da mesma maneira lhes fazei vós, também. E se amardes aos que vos amam, que recompensa tereis? Também os pecadores amam aos que os amam. E se fizerdes bem aos que vos fazem bem, que recompensa tereis? Também os pecadores fazem o mesmo. E se emprestardes àqueles de quem esperais tornar a receber, que recompensa tereis? Também os pecadores emprestam aos pecadores, para tornarem a receber outro tanto. Amai, pois, a vossos inimigos, e fazei bem, e emprestai, sem nada esperardes, e será grande o vosso galardão, e sereis filhos do Altíssimo; porque ele é benigno até para com os ingratos e maus. Sede, pois, misericordiosos, como também vosso Pai é misericordioso. Não julgueis, e não sereis julgados; não condeneis, e não sereis condenados; soltai, e soltar-vos-ão. Dai, e ser-vos-á dado; boa medida, recalcada, sacudida e transbordando, vos deitarão no vosso regaço; porque com a mesma medida com que medirdes também vos medirão de novo. E dizia-lhes uma parábola: Pode porventura o cego guiar o cego? Não cairão ambos na cova? O discípulo não é superior a seu mestre, mas todo o que for perfeito será como o seu mestre. E por que atentas tu no argueiro que está no olho de teu irmão, e não reparas na trave que está no teu próprio olho? Ou como podes dizer a teu irmão: Irmão, deixa-me tirar o argueiro que está no teu olho, não atentando tu mesmo na trave que está no teu olho? Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então verás bem para tirar o argueiro que está no olho de teu irmão. Porque não há boa árvore que dê mau fruto, nem má árvore que dê bom fruto." 
Lucas 6:26-44 



Não devemos guardar magoa e amargura pelo que mal nos fazem, apenas devemos sentir tristeza e logo esquecer, perdoando. 
Não devemos procurar vingança contra os que nos fazem mal.
De Deus é a vingança. 


"Há seis coisas que o Senhor detesta; sim, há sete que ele abomina: olhos altivos, língua mentirosa, e mãos que derramam sangue inocente; coração que maquina projetos iníquos, pés que se apressam a correr para o mal; testemunha falsa que profere mentiras, e o que semeia contendas entre irmãos."
Provérbios 6:16-19 



O mal apenas será vencido com o bem. 
Que Deus nos ajude nesta luta diária, todos os dias da nossa vida...





Deus vos abençoe.

1 comentários:

Raquel Gahu disse...

lindo post! Que Deus abençoe.

http://pensamentosquevemdedeus.blogspot.com.br

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...