.
.

sábado, 20 de abril de 2013

As palavras duras de Jesus

Deus é maravilhoso e tremendo. 

O Seu amor não tem limites e é-nos difícil entender, como um Deus tão Grande, Santo e Poderoso pode amar-nos, apesar de conhecer-nos como ninguém!  
Como pode Deus amar alguém como nós, que apesar de O conhecermos, somos seres frágeis, pecadores ainda, muitas vezes inseguros e que o temos magoado tantas vezes com as nossas atitudes e ações... todos os dias? 

Assim como a mensagem da Salvação é loucura para os homens, também assim é o imenso e inatingível amor de Deus por nós. 

Deus é adorado por todos os seres que criou. Toda a natureza louva ao Senhor Deus Criador de tudo. No céu, Ele é servido pelos anjos e adorado incessantemente por todos os seres que criou. 
Deus tem tudo debaixo do Seu poder. Reconhecemos que nada somos perante a Sua grandeza, e nem sequer o conseguimos entender em toda a Sua plenitude e grandiosidade... 
Deus não precisa de nós, e no entanto entregou o Seu único e muito amado filho, Jesus, a morrer por nós, pecadores... 
Não conseguimos entender tão grande amor. 
Apenas Deus consegue amar-nos assim. 




Jesus mudou o mundo da altura, mostrando compaixão e amor incondicional pelos rejeitados - pelos párias da sociedade, pelas mulheres, pelas crianças, pelos "imundos", pelos doentes, pelas viúvas, pelos estrangeiros, por todo os que sofriam pelo preconceito.  

Mas não podemos esquecer que Jesus nem sempre falou em amor, mas também falou duramente, quando necessário. 

Jesus deu a outra face e foi como uma ovelha muda perante os seus tosquiadores (aquando da Sua condenação e morte) mas, nas alturas devidas, Ele mostrou-se irado e incomodou muitos, proferindo palavras duras por várias vezes: 

- a quem o seguia por interesse material - após o sermão do monte e multiplicação dos pães e peixes. 

- a quem tinha conhecimento das escrituras mas apenas seguia os mandamentos que lhes interessava - o jovem rico ("...vai, vende tudo o que tens e segue-me...")

- a quem era religioso e vivia hipocritamente explorando o povo em nome de Deus - todos os religiosos, membros das seitas religiosas da altura, os vendilhões do templo, o mestre da lei - Nicodemos ("...tens de nascer outra vez...")... 

“Estando próxima a Páscoa dos judeus, subiu Jesus para Jerusalém. E encontrou no templo os que vendiam bois, ovelhas e pombas e também os cambistas assentados; tendo feito um azorrague de cordas, expulsou todos do templo, bem como as ovelhas e os bois, derramou pelo chão o dinheiro dos cambistas, virou as mesas e disse aos que vendiam as pombas: Tirai daqui estas coisas; não façais da casa de meu Pai casa de negócio. Lembraram-se os seus discípulos de que está escrito: O zelo da tua casa me consumirá.”
João 2:13-17 



Devemos nós, ao ver a forma como o espírito do anticristo está dominando cada vez mais as igrejas, ser duros como Jesus, assim como quando Ele pregou e fez com que as multidões fossem embora? 
Devemos nós ser impulsivos, quando assistimos à forma como o evangelho é usado para negócio pessoal, assim como quando Ele expulsou os cambistas e os comerciantes do templo de Deus em Jerusalém? 
Devemos nós ser zelosos, velar pela Verdade das escrituras, como Jesus foi, a ponto de poder ofender até os nossos irmãos? 



Precisamos olhar para o Seu exemplo: 

- Seguir a Jesus requer uma decisão seguida por ação e não apenas aderir a um grupo ou movimento. 

“Disse-lhes: Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens. Eles, pois, deixando imediatamente as redes, o seguiram.” 
Mateus 4:19-20 


- Seguir a Jesus significa negar-se a si mesmo, colocando-nos a nós próprios abaixo da vontade e desígnios de Deus. 


“Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz, e siga-me.” 
Mateus 16:24 


- Seguir a Jesus significa guardar os Seus Mandamentos. 


“Aquele que diz: Eu o conheço, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está a verdade.” 
1 João 2:4 


 - Se não seguimos a Jesus, estamos seguindo o inimigo. 


“Quem não é comigo é contra mim; e quem comigo não ajunta, espalha.” 
Mateus 12:30 



Deus é amor, Deus também é retidão e justiça. 

Muitos dos modernos pregadores, líderes das "mega-igrejas" mundiais (admirados por muitos pelo seu sucesso no número crescente de "aderentes"e membros, e claro, a nível financeiro) estão pregando apenas acerca do amor de Deus e da vida próspera que Ele quer que alcancemos, esquecendo que Jesus é, em tudo, o nosso exemplo por excelência. 
Nos seus sermões delicados e cuidados, usando-se do humor, psicologia e espiritualidade "barata", apregoam um Deus de amor que não é o da Bíblia, e que é tão tolerante e atraente a ponto de ser aceitável aos ouvidos dos ímpios de todos os credos, filosofias e religião, não levando ninguém à salvação, mas enganando até os escolhidos. 
Gurus da motivação e do evangelho da prosperidade, ainda que preguem Cristo crucificado, não o colocam como o centro da Palavra - mas apenas como a razão para que tenhamos prosperidade. 
Eles apregoam a confissão positiva e usam-na em todas as suas mensagens, de uma forma muito semelhante ao livro  "O segredo" que invadiu todo o mundo, e que não passa de panenteísmo disfarçado - (dizendo que Deus é apenas uma força que está em tudo e une todas as coisas), usam Deus apenas como meio para elevar o Homem, e fazem uso da Bíblia apenas para procurar apoio para as suas teorias, enganando o povo assim como satanás tentou enganar Jesus no deserto. 
Usando-se de subtileza, usam partes das verdades bíblicas de forma a levar os incautos a acreditar que o que dizem é a pura Verdade de Deus - mas não é mais que engano de satanás. 

"Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores." 
"Portanto, pelos seus frutos os conhecereis. Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.
Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demónios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas?
E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade." 

Mateus 7:15-24 



Assim, quando somos desprezados pelos que amamos, julgados erradamente pelos que oramos, magoados pelos que ajudamos, traídos pelos que amamos... 
...não nos esqueçamos que por falar e defender a Verdade:


- Jesus foi desprezado pelos seus... 

- Jesus foi negado por aqueles a quem Ele chamou ao Seu serviço... 

- Jesus foi traído por aqueles que lhe eram como irmãos... 

- Jesus foi condenado a pedido daqueles a quem amou, ajudou, curou e libertou... 


... e ainda assim tudo suportou até à morte, por amor a todos nós!! 



Falamos constantemente da importância de seguir os passos de Jesus, imitando o exemplo do nosso Senhor. 

Paulo disse: 

“Sede meus imitadores, como também eu sou de Cristo” 

1 Coríntios 11:1 

Pedro acrescentou: 

“...Cristo sofreu em vosso lugar, deixando-vos exemplo para seguirdes os seus passos” 
1 Pedro 2:21 


Precisamos que Deus nos ajude a amar como Jesus, a suportar e aguentar perseguições como Ele as suportava, resistir a tentações como Ele resistiu... mas apenas o conseguiremos se estivermos firmados na Sua Palavra, cheios do poder do Espírito Santo, pela misericórdia e graça maravilhosa do nosso bom Deus! 

O amor de Deus é incrível e maravilhoso... 



O nosso propósito não seja julgar apenas, acusar, mas alertar para os que estão minando no meio evangélico, aproveitando-se da Palavra de Deus para semear engano. 



Quem são estes homens, com aparência de piedade, mas que são como lobos entre os cordeiros?



Os modernos pregadores falam de tal modo, que ninguém fica incomodado com a mensagem, todos se sentem bem ouvindo os seus sermões motivacionais e longe do propósito do sacrifício de Jesus. Até mesmo os que pregam a "nova era" como é o caso de "Oprah" e a sua "mega-igreja" onde ensina meditação transcendental via tv. 




E esta é a verdade sobre o que move estes homens. Não é a salvação da humanidade...




Os verdadeiros homens de Deus não vêem o sucesso pelos padrões mundanos. Ainda que Deus nos dê resultados visíveis, nem sempre acontece como nós esperaríamos, mas como Ele quer.




Deus vos abençoe.

1 comentários:

José María Souza Costa disse...

Passei por aqui lendo, e, em visita ao seu blog.
Eu também tenho um, só que muito simples.
Estou lhe convidando a visitar-me, e, se possível seguirmos juntos por eles, e, com eles. Sempre gostei de escrever, expor as minhas idéias e compartilhar com as pessoas, independente da classe Social, do Credo Religioso, da Opção Sexual, ou, da Etnia.
Para mim, o que vai interessar é o nosso intercâmbio de idéias, e, de pensamentos.
Estou lá, no meu Espaço Simplório, esperando por você.
E, eu, já estou Seguindo o seu blog.
Força, Paz, Amizade e Alegria
Para você, um abraço do Brasil.
www.josemariacosta.com



Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...