.
.

sábado, 24 de novembro de 2012

Enfrentando os agentes do mal


Deus permite que, para nosso crescimento espiritual e aumento da nossa confiança e dependência d'Ele, sejamos confrontados com a ação de agentes do inimigo das nossas almas. 



Lembro-me de ouvir uma pregação quando era mais jovem em que, a dada altura, o pregador pediu para olharmos bem para as pessoas ao nosso lado. Então afirmou que até mesmo na igreja, nos bancos ao nosso lado, alguém podia ser um "agente do inimigo"

Sei o quanto isso perturbou-me na altura. Não conseguia conceber que alguém, que rendeu a sua vida a Jesus, poderia ser usado pelas forças do mal. E fiquei a pensar sobre o assunto...
O pregador usou o exemplo de Pedro quando Jesus o repreendeu: 

"Desde então começou Jesus a mostrar aos seus discípulos que convinha ir a Jerusalém, e padecer muitas coisas dos anciãos, e dos principais dos sacerdotes, e dos escribas, e ser morto, e ressuscitar ao terceiro dia. E Pedro, tomando-o de parte, começou a repreendê-lo, dizendo: Senhor, tem compaixão de ti; de modo nenhum te acontecerá isso. Ele, porém, voltando-se, disse a Pedro: Para trás de mim, Satanás, que me serves de escândalo; porque não compreendes as coisas que são de Deus, mas só as que são dos homens."  
Mateus 16:21-23 

O Espírito de Deus não revelara a Pedro qual a razão pela qual Jesus tinha vindo ao mundo - morrer em nosso lugar para dar-nos a Salvação das nossas almas. Antes, na sua humanidade, permitiu que o inimigo o usasse para tentar Jesus a desistir da Seu propósito.
Sempre que nos afastamos de Deus, deixamos de ter intimidade com Ele e de ver através dos olhos do Espírito, passando a tentar apenas cumprir os Seus mandamentos pelas nossas forças, o que eventualmente nos levará a cair...


Mas nem sempre, um agente do inimigo é aquele que, afastando-se de Deus, deixa-se usar por satanás.
Há quem sirva o inimigo e seja treinado para ser um real agente de confusão e destruição entre os escolhidos do Senhor, joio no meio do trigo.


"Mas, dormindo os homens, veio o seu inimigo, e semeou joio no meio do trigo, e retirou-se. E, quando a erva cresceu e frutificou, apareceu também o joio.
Mateus 13:25-26 



Do dicionário vemos que um agente é:

- aquele que age, que realiza a ação; que exerce alguma ação; que produz algum efeito. 
- ente que possui a faculdade de se determinar e é capaz de produzir determinado efeito ou resultado. 
- pessoa que se associa a membros de um grupo e que, simulando-lhes simpatia e solidariedade, mas que os incita a algum ato prejudicial que os torne suscetíveis de punição.



Há algum tempo atrás (enquanto atravessávamos uma das mais difíceis provações até hoje), tivemos a confirmação da parte de Deus, de que havia um agente de satanás entre nós. Foi nessa altura que li numa publicação, uma suposta carta de um enviado do inimigo a uma igreja, em que descrevia como se infiltrara e como promovera a mentira e a divisão entre ela.


Este é apenas um excerto, corrigido e adaptado (para uma mais fácil leitura e compreensão), dessa mesma carta, desse agente que estivera infiltrado numa igreja conhecida do Brazil, para tentar destruí-la: 













"O meu nome é Edson Motta, fui recebido na sua igreja no dia 22 de setembro de 1996 e, por duas vezes, estive conversando com o senhor o seu gabinete,nos dias 18 de junho (quando cheguei à Brasília) e 13 de agosto (quando me deu uma ficha para ser preenchida). Contei-lhe, que estava na altura vindo de Recife e que queria uma nova oportunidade para reiniciar a minha vida (já que tinha tido alguns problemas lá, mas queria ainda confiar em algum líder evangélico).

Você aceitou-me como membro sem questionar muitas coisas, apenas pedindo que providenciasse à secretária Elaine, a carta de transferência da minha anterior igreja.

Esta foi, de todas por onde passei, a igreja onde tive maior facilidade em ingressar. Certamente não imaginava quem estava recebendo como membro. Do mesmo modo como a sua igreja tem missionários, outros  tipos de igrejas também têm.

Assim como vocês, evangélicos, que  treinam os vossos missionários para a obra, nós também treinamos os nossos para as suas funções. Nunca imaginou que eu fosse um profissional enviado, altamente treinado, indo para a sua igreja com uma missão previamente estabelecida.

Quero apresentar quem sou realmente. Eu sou missionário de satanás, pertencente à igreja que aqui no Brasil ficou conhecida como a "Igreja do diabo".

Temos vários tipos de obreiros - que nós chamamos de enviados e missionários. Os enviados são pontos de contato para a atuação dos nossos missionários.
Ainda que pareça ser pura ficção, como um filme ou coisa semelhante, não faz ideia de como esta é uma realidade.

Antes introduzíamo-nos nas igrejas, fazíamos o nosso trabalho e saíamos como se nada tivesse acontecido, ficando apenas com os louros da destruição causada, para nós mesmos. Mas agora, quando o nosso trabalho é eficaz e alcançamos o nosso intento, relatamos a verdade aos líderes envolvidos, para que se apercebam o quão tolos, ingénuos e inexperientes são. Este é o vosso caso. Já ocorreu, de tão decepcionados e quebrados que alguns pastores ficaram, aderirem ao nosso movimento. Para que fique mais fácil ainda a adesão, os seus nomes são alvo de nossas rezas a satanás e aos seus demónios, constantemente.

Nas nossas "igrejas" temos cultos "semelhantes" aos vossos, mas não em templos assumidos, usamos associações como fachada, somos mais discretos. Nesses cultos planificamos a nossa atuação em todo o Brasil. Não temos medo de nada. Estamos dispostos a pagar com a vida, se bem que isso não é preciso, já que temos o apoio de muitas pessoas da alta-sociedade.

Primeiro escolhemos estrategicamente igrejas chave em diversas regiões. Poucas vezes escolhemos específicamente alguém mas, escolhemos igrejas. A vossa igreja despertou-nos interesse após uma apresentação do grupo "Raízes", em São Paulo, quando informalmente um dos membros do grupo, à conversa com um dos nossos enviados, lhe falou o quanto a igreja estava crescendo, em Brasília.

Outras igrejas em Brasília interessavam-nos (e ainda nos interessam), mas resolvemos investigar a vossa. 

Por várias vezes os nossos enviados visitaram a igreja. Um deles até lançou um Cd gospel num dos vossas cultos. Uma outra fez uma entrevista no INOVI (INST. NOVA VIDA - SEMINÁRIO) requerendo o ensino à distância. Uma outra enviada foi recebida pelo Pastor Heráclito no seu gabinete antes dele ir para Frutal. Enfim, pouco a pouco fomos conhecendo o potencial da igreja e dos seus líderes, bem como os seus pontos fracos. Vimos que a igreja gozava de um bom nome na sua cidade, os seus pastores eram tidos como homens honrados e que ela era a igreja de referência na cidade.

A Igreja Batista da Filadélfia já tinha sido arruinada e agora, o nosso plano para a vossa já estava pronto.

Anteriormente, o nosso alvo era apenas levar a igreja à divisão, disseminação de boatos, queda de pastores, etc... Mas hoje vamos mais além. Queremos deixar bem marcado em vós, para além do tudo isto, o sentimento de culpa que corrói por dentro e nos faz estremecer, assim como também a percepção clara do quão frágeis vocês são em vossas próprias forças e, como estão sendo usados pelo próprio inimigo enganador (para nós o Mestre). Este enganador contra quem vocês tanto guerreiam mas que, na verdade, o servem de olhos vendados. 
É forte, não é? Mas é assim que nós, servos do enganador, somos e agimos.
Quanto à igreja da Filadélfia, estivemos lá (não eu, mas uma outra equipa) durante três anos, levando-a à queda e divisão. Fomos nós quem orquestrou a cilada ao Pastor Djair e quem chamou o jornal para lá estar e o apanhar em flagrante, colocando a notícia em primeira página. 

Decidimos então que já estava na hora do nosso missionário, eu, entrar em ação. Quando o decidimos fazer, já tínhamos um plano muito bem definido. Nós trabalhamos apenas com planos com concretização a longo prazo (variando entre dois e três anos), usando pessoas bem posicionadas, as informações certas e acima de tudo, tendo como alvo as "pessoas-chave" na igreja. 


Em junho de 1996 iniciei o meu trabalho quando o contactei. Reverter-me para a Elaine foi, como vocês dizem, "uma benção", já que ela foi o meu primeiro terreno fértil. Foi lá que instalei a minha primeira escuta. Eu tenho um curso de detective particular, porte de arma, equipamentos de todos os tipos, alta tecnologia, etc. Toda a minha equipa é formada secularmente e também na própria "igreja".


O nosso intuito para a sua igreja era testar algumas novas tácticas, de forma a colocar pastores e líderes, uns contra os outros e, enfraquecer toda a igreja com desconfianças, rumores e dúvidas. Em primeiro lugar, consistia em atacar frontal e explicitamente um dos líderes e indireta e implicitamente outro, levando outros a se sentirem vítimas, de maneira a gerar discórdia, auto-defesa e perda de confiança. Após alcançar o primeiro objetivo, passamos para a segunda fase: um pouco mais do mesmo - causar temor usando um pouco mais de ataque. É infalível. (Tínhamos em mente fazer do Pr. Nilson - o "Judas", destruindo a sua reputação, o que levaria à ruína do Pr. Heráclito e Vilma, de uma só vez; um diretamente e outro indiretamente. 


Tantos são os detalhes que eu poderia expor e tantas são as técnicas de conseguir informações no meio de pessoas tão ingénuas e despreparadas. Vocês nem sabem o que é contra-informação...

Não se preocupe, a minha missão por aqui acabou. Quando receber esta carta, já estarei como membro de uma grande igreja no Rio de Janeiro. Fiquem atentos e aguardem, logo saberão o estrago que faremos também ali.


Bons sonhos para vocês.



Edson Motta - Missionário do diabo"

De - http://www.jesussite.com.br 



 

Não nos iludamos! Deus é soberano e nada acontece sem a Sua permissão. Mas o mal existe e está continuamente a trabalhar contra nós - a igreja de Deus. Deus apenas usa o mal para trabalhar em nós, moldar-nos, transformar-nos e levar-nos a alcançar os objetivos que tem para nós. 
Ainda que os enviados do inimigo convençam os nossos irmãos, os nossos amigos e até a nossa família contra nós, e leve-os acreditar nas mentiras dos seus falsos testemunhos (através das artimanhas de engano e lisonja com intenção premeditada), que possamos manter-nos firmes em Deus, mesmo que sofrendo a dor do descrédito e perseguição. 

"Saberão, porém, que eu, o SENHOR seu Deus, estou com elas, e que elas são o meu povo, a casa de Israel, diz o Senhor DEUS. Vós, pois, ó ovelhas minhas, ovelhas do meu pasto; homens sois; porém eu sou o vosso Deus, diz o Senhor DEUS." 
Ezequiel 34:30-31



É quando passamos "pelo fogo" das dificuldades que mostramos em Quem confiamos e esperamos...  
Vamos ser verdadeira luz e sal!




Deus vos abençoe.

2 comentários:

Nal Pontes disse...

Parabéns pelo blog. Quero desejar um feliz natal e um ano novo cheio de paz com a presença do Senhor Jesus. Agradeço por seguir meu blog e tmb vou seguir aqui. Estou esperando uma visita o que será um prazer sua presença por lá. Deus continue abençoando este ministério.

Anilsandra Rodrigues disse...

Gostei muito do Blog
So nao Gostei da parte que ainda usa os nomes pagaos (Deus é YAOHU)(Jesus é YAOHUSHUA)
(Igreja é Pessoas) Os demias é templo e la nao Habita o Espito do Pai

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...